Notícias

As notícias mais importantes e mais relevantes que encontramos sobre o universo da Energia Solar Fotovoltaica, além de tópicos sobre outras formas de Energias Renováveis e questões de Sustentabilidade.


Folha biônica usa energia solar para fazer combustível líquido.

Sistema converte a energia solar em biomassa.

folha-bionica
A folha biônica usa energia solar e bactérias para produzir combustíveis líquidos a partir da água.

Fotossíntese artificial

Depois de um tempo sem grandes avanços, a fotossíntese artificial acaba de receber um impulso de uma folha biônica, um dispositivo que utiliza a energia solar para separar as moléculas de água em oxigênio de hidrogênio, e bactérias que se alimentam do hidrogênio gerado para produzir combustíveis líquidos.

O sistema consegue converter a energia solar em biomassa com 10% de eficiência, o que é muito acima do 1% observado nas plantas de crescimento mais rápido.

“Este é um verdadeiro sistema de fotossíntese artificial,” disse o professor Daniel Nocera, da Universidade de Harvard, nos EUA. “Antes, as pessoas estavam usando a fotossíntese artificial para quebrar as moléculas de água, mas este é um verdadeiro sistema de A-a-Z, e fomos bem além da eficiência da fotossíntese na natureza.”

Leia mais…


EnerSolar + Brasil e Ecoenergy se destacam no mercado de energia renovável.

Os desafios e as oportunidades da geração distribuída são discutidos por diversos especialistas do setor.

FeiraEnerSolar

Até 2040, o Brasil deverá atrair cerca de US$ 300 bilhões em investimentos para a geração de energia, segundo dados Bloomberg New Energy Finance (BNEF). Estima-se que 70% serão destinados a projetos solares e eólicos. Com este mercado promissor aconteceu, de 10 a 12 de maio de 2016, no São Paulo Expo, em São Paulo, a 5ª edição da EnerSolar + Brasil | Feira Internacional de Tecnologias para Energia Solar, principal feira de energias renováveis do setor.

Reunindo toda a cadeia produtiva dos segmentos de energia solar, eólica e de biomassa, com soluções voltadas para indústria dos setores de GTDC (Geração, Transmissão, Distribuição e Comercialização), 80 expositores apresentaram as mais recentes tecnologias, produtos e serviços como: micro inversores de frequência, painéis solares, estruturas de fixação, conexões, aquecedores solares, placas termo solares, painéis fotovoltaicos, aerogeradores, inversores, máquinas para transporte e manuseio de biomassa, caldeiras e queimadores.

Leia mais…


Residências podem deixar de emitir 1 tonelada de CO2 por ano com microgeração fotovoltaica.

Em 2014, auge da crise energética, 26% do nosso sistema elétrico foi abastecido por termelétricas.

AquecedoresSolaresO crescente volume de emissão de gases de efeito estufa (GEE) é motivo de debate e preocupação no Brasil e no mundo. Por isso, na Semana Mundial do Meio Ambiente, a Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (ABESCO) alerta sobre a importância da mini e microgeração de energia residencial como uma das formas para alcançar as metas de redução de CO2 acordadas na COP21.

Estudo desenvolvido pela ABESCO revela que uma residência equipada com um sistema fotovoltaico capaz de gerar 180 kwh/mês pode reduzir cerca de 1,3 toneladas de CO2 na atmosfera em um ano. Em 25 anos, tempo de garantia dos módulos fotovoltaicos, esse volume pode alcançar cerca de 32 toneladas.

Leia mais…


Chile tem tanta energia solar que agora é de graça.

A indústria solar do Chile se expandiu tão rapidamente que está gerando eletricidade gratuitamente.

chile_energia-solar
Energia solar: preços à vista chegaram a zero em algumas regiões do país durante 113 dias até abril.

Os preços à vista chegaram a zero em algumas regiões do país durante 113 dias até abril, número que está a caminho de superar o total do ano passado, de 192 dias, segundo a operadora da rede central do Chile.

Embora isto pode ser bom para os consumidores, é uma má notícia para as usinas de energia, em dificuldades para gerar receita, e para as empresas que buscam financiar novos parques.

A pior situação acontece na região norte do país, no deserto do Atacama. A crescente demanda por eletricidade do Chile, impulsionada pela expansão da produção mineira e pelo crescimento econômico, ajudou a estimular o desenvolvimento de 29 parques solares, e outros 15 estão nos planos para a rede central de energia do país.

Leia mais…


Estudante cria máquina de tratamento de água movida a energia solar

Aluno de escola pública ganha prêmios nacionais e internacionais pela invenção

ygor-maquina-tratamento-agua_2
O aluno de escola pública criou o protótipo para ajudar comunidades que não têm acesso a saneamento básico

“Eu espero fazer através da ciência algo que ultrapasse minha capacidade física de ajudar alguém”, afirma o estudante Ygor Requenha Romano, de 18 anos, ao Catraca Livre. O jovem, morador de Araraquara, em São Paulo, é o criador de uma máquina de tratamento de água movida a energia solar e que custa apenas mil reais.

Premiado na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia da Universidade de São Paulo (Febrace), o equipamento é capaz de atender até 50 pessoas, não precisa de manutenção e foi pensado para ajudar aqueles que sofrem com a falta de água potável.

Leia mais…


1° Liga da Energia Solar tem programação gratuita online

ligadaenergia

A Liga da Energia Solar é um evento exclusivamente online sobre Energia Solar Fotovoltaica. A primeira edição do evento acontece entre 6 e 10 de junho de 2016 e serão ministradas diversas palestras com especialistas das áreas acadêmicas e empresarial.

Torsten Schwab, Diretor da Agência Alemã de Cooperação Internacional – GIZ, fará a palestra de abertura no dia 6 de junho, às 18h. A GIZ é parceira da Plataforma Online de Energia Heliotérmica e coopera com pessoas e sociedades de países em desenvolvimento, em transição ou industrializados, com o objetivo de contribuir para a melhoria das condições de vida das sociedades e a construção de um futuro mais sustentável.

Leia mais…


Banco do Nordeste lança crédito para energia solar

O Rio Grande do Norte terá R$ 30 milhões em crédito do FNE Sol para investir em micro e minigeração de energia distribuída este ano.

Natal_178723
Instalação de equipamentos, segundo usuários, ajuda a reduzir valor da conta de energia.

Esta é a expectativa do Banco do Nordeste (BNB) que lançou ontem o programa FNE Sol, em solenidade realizada na capital cearense e transmitida para os Estados do Nordeste. A nova linha usa recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste com prazo de pagamento de até 12 anos, com até um ano de carência. Em 2015, o Banco financiou em torno de R$ 10 milhões em projetos pelo FNE Verde.

O banco também estuda a abertura de crédito para pessoas físicas que queiram instalar sistemas alternativos de geração de energia distribuída em residências. O processo de contratação para pessoa física por CDC (Crédito Direto ao Consumidor) está em fase de construção. As condições ainda não foram divulgadas.

Leia mais…


“Invisíveis”, painéis solares na água viram opção para produzir energia.

Uma área de painéis solares azuis se estende por uma parte do reservatório da barragem Yamakura, província de Chiba, no Japão.

Paineis-solares-azuis-sao-instalados-no-reservatorio-yamakura-dam-em-chiba-japao
Painéis solares azuis são instalados no reservatório Yamakura Dam, em Chiba, Japão

Em dois anos, se a construção seguir como planejado, 50.904 painéis vão flutuar sobre o reservatório gerando estimados 16.170 megawatts hora anualmente, eletricidade suficiente para abastecer quase cinco mil casas, segundo a Kyocera, empresa que está construindo a usina solar.

Quando completado, o projeto será a maior instalação do gênero no mundo, e os dispositivos solares flutuantes estão se tornando mais populares, com instalações já operando na Austrália e nos Estados Unidos, e outras mais planejadas ou em construção.

O interesse crescente é movido em parte pelo aumento enorme no mercado solar nos últimos anos enquanto o custo da tecnologia caiu rapidamente.

Leia mais…


Joinville inaugura sistema de energia solar em escola municipal.

Escola municipal Júlio Machado da Luz, no Jativoca, é a pioneira na cidade a adotar sistema que representará economia de um terço da energia consumida na unidade.

energia fotovoltaica na escola julio machado da luz
Energia Fotovoltaica na escola Júlio Machado da Luz

A Escola Municipal Júlio Machado da Luz, na comunidade do Jativoca, bairro Nova Brasília, é a pioneira de Joinville a receber um sistema de geração de energia solar em escola pública. O equipamento foi inaugurado nesta terça-feira (24). A General Motors, por meio do Instituto GM, foi a investidora dentro do Programa Escolas Sustentáveis. O sistema representou investimento de R$ 42 mil.

“Esta ação tem um profundo cunho de como tratar a cidadania, a natureza e olhar o presente sem perder a visão do futuro. Esta é uma das poucas escolas do Brasil a ter sistema de produção de eletricidade a partir da energia solar”, afirmou o vice-presidente da General Motors do Brasil.

Leia mais…


Santa Catarina recebe investimentos.

Geração de energia solar recebe investimentos que passam de R$ 24 milhões em Santa Catarina

Santa Catarina investe em Energia SolarA energia solar se destaca como uma alternativa economicamente viável e de baixo impacto ambiental, mas ainda tem mínima participação no setor elétrico brasileiro. Segundo dados da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica Nacional), a atuação desse tipo de energia em todo território nacional é de apenas 0,02%, considerando dados de até dezembro de 2015. E a previsão para aumentar essa participação no SIN (Sistema Integrado Nacional) é somente para 2018.

Na contramão dos indicativos nacionais, Santa Catarina tem ajudado a impulsionar o setor a partir de institutos e empresas instaladas na região. A gigante Engie Tractebel Energia, por exemplo, firmou em abril uma parceria com a Araxá Energia Solar, uma das líderes no mercado brasileiro de geração solar distribuída, para a geração solar de forma descentralizada, em residências e edifícios. Com a parceria, a Engie detém agora 50% da GD Brasil Energia Solar, que passou a se chamar Engie Solar, com sede em Florianópolis. O valor investido pode chegar até R$ 24 milhões.
Leia mais…


Geração solar fotovoltaica: dá pra ter em casa?

Sistema de geração de energia pela luz solar ainda exige investimento alto do consumidor, mas compensa.

celpe_pauta_12_-_geracao_solar__da_pra_ter_em_casa_-_foto

A luz solar por si só é uma ótima aliada na hora de economizar, já que a iluminação natural reduz despesas com iluminação artificial. Mas é possível fazer uso do potencial do sol para gerar energia para sua casa? É, sim. E o Brasil larga na frente na comparação com outros países por ter uma boa irradiação solar. Mas, em contrapartida, está atrás no que diz respeito ao investimento, ainda é bastante elevado gerar energia a partir do sol na própria casa.

Sistema fotovoltaico

O uso de energia solar em casa é possível graças a um sistema chamado de fotovoltaico. Ele gera energia por meio de módulos fotovoltaicos, que depois é convertida na energia que será usada nos seus equipamentos.

Leia mais…


Célula solar híbrida bate recorde com 25,5% de eficiência


celula-solar-perovskita-recorde

Quando apareceram pela primeira vez, em 2009, as células solares de perovskita tinham uma eficiência de 3,8%, o que já era bastante por se tratar de um material que apenas começava a ser explorado.

De fato, com suas propriedades fotovoltaicas impressionantes, as perovskitas tornaram-se um tema de investigação vigorosa em todo o mundo, começando a ameaçar as células solares de silício quando alcançaram a casa dos 15% de eficiência, tornando-se então um dos materiais mais promissores não apenas para fabricação de células solares, mas também de LEDs.

Agora, uma equipe da Universidade Politécnica de Hong Kong criou uma célula solar híbrida de perovskita e silício na qual os dois materiais funcionam em série, resultando em um recorde de eficiência de conversão de energia solar em eletricidade de 25,5%.

Leia mais…


Renewables peak at 95% of German electricity demand


Solar_Wind_Fotomontage

According to the calculations by Agora Energiewende, due to the weather conditions on May 8, renewable energy generation in Germany reached a new high. At 11 AM local time, renewables covered a record 95 % of the country’s electricity consumption.

On Sunday, May 8, the sun was shining bright on most of the German territory, and the wind was strong as well. Due to the weather conditions, total capacity of PV installations in use in the country reached 26.11 GW. At the same time, the capacity of wind power plants reached 20.83 GW, Agora Energiewende says.

Leia mais…


Energia fotovoltaica gera economia de 45% a condomínio.


Economia_em_condominio[1]

Um ano após o sistema de geração de energia fotovoltaica compartilhada do Condomínio San Simone, no Bairro São Simão, Criciúma/SC, ser conectado à rede da Coopercocal, os números mostram que o empreendimento poderá ter economia significativa quando for ampliado e estendido para as residências. Por enquanto, apenas a guarita do empreendimento está sendo abastecida pelo sistema e, em um ano, gerou uma economia financeira de 32%. Já a diferença em Kw/h é ainda maior, chegando a 45%. Segundo dados da Coopercocal, de janeiro de 2015 a janeiro de 2016, o sistema implantado no San Simone entregou para a cooperativa de energia 2.214 Kw/h, enquanto o consumo de energia do empreendimento foi, no mesmo período, de 4.902 Kw/h.

Leia mais…


Publicado decreto que isenta de ICMS a geração de energia limpa e renovável no RS.


DECRETO_ENERGIA

A partir do dia 01 de junho de 2016 entra em vigor o decreto de número 52.964, assinado pelo governador José Ivo Sartori, que beneficia os gaúchos com a isenção de impostos sobre a mini e microgeração de energias limpas e renováveis para consumo próprio no âmbito do Rio Grande do Sul. Com a medida, o governo do Estado pretende estimular o uso em maior escala da chamada energia fotovoltaica, aquela produzida através de placas solares.

O benefício contempla igualmente a produção por unidades eólicas e de biomassa, sempre que estiver interligada à rede de distribuição por meio de instalação na própria unidade consumidora. Na prática, não haverá mais a incidência da alíquota de 30% do ICMS sobre a energia excedente produzida em uma residência que tenha sido oferecida na própria rede de distribuição e utilizada nos horários de maior demanda. A iniciativa servirá de estímulo para que outros consumidores, como comércio e pequenas indústrias, possam implantar pequenas centrais de energia limpa.

Leia mais…


Geradores solares individuais poderiam ser a solução para grandes cidades?

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e outras instituições acreditam que sim e fizeram um estudo detalhado para comprovar como essas microrredes podem ser usadas intensamente num futuro próximo.

Geradores Solares Individuais

Dentro das chamadas redes inteligentes, existe a Microgeração ou Geração Distribuída, que são produtores autônomos de energia. Quando não estão consumindo sua própria energia, o remanescente é injetado na rede da concessionária, ficando o gerador independente, como fornecedor de energia à concessionária, gerando receita. Esta configuração conectada à rede da concessionária é denominada de microrrede”, explica Edison Massao Motoki, professor de Engenharia Elétrica da Universidade Mackenzie.

Leia mais…


Nova resolução facilita geração alternativa de energia

Agência Nacional de Energia Elétrica prevê que até 2024 cerca de 1,2 milhão de unidades consumidoras passem a produzir sua própria energia

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou nesta terça-feira, dia 24, alguns aprimoramentos na Resolução Normativa nº 482/2012 que criou o Sistema de Compensação de Energia Elétrica, permitindo que o consumidor instale pequenos geradores, como painéis solares fotovoltaicos, em sua unidade consumidora e troque energia com a distribuidora local, no caso de Ribeirão Preto, a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), com objetivo de reduzir o valor da fatura de energia elétrica.

As novas regras começam a valer a partir de março de 2016 e permitem ao usuário a utilização de qualquer fonte renovável.

Leia mais…