Notícias

As notícias mais importantes e mais relevantes que encontramos sobre o universo da Energia Solar Fotovoltaica, além de tópicos sobre outras formas de Energias Renováveis e questões de Sustentabilidade.


Unidade de energia da General Electric luta pelo crescimento à medida que energia solar e eólica crescem

A Vistra Energy e a Dominion Energy – que atendem a cerca de 5,5 milhões de consumidores de energia elétrica em mais de uma dúzia de estados norte-americanos- dizem ter parado de montar termoelétricas de ciclo combinado a gás natural. Em vez disso, elas estão construindo grandes usinas de energia solar, que oferecem eletricidade abundante e barata. Leia mais…


SICREDI FRONTEIRAS: Energia solar se torna acessível e chega aos lares e empresas

Um país com grande território, com o sol à pino de um lado ao outro, iluminando as lavouras, os campos, as festas e milhares de casas…Os especialistas já comprovaram. O Brasil possui um grande potencial para gerar eletricidade a partir do sol. Só para se ter uma ideia, no local menos ensolarado no Brasil é possível gerar mais eletricidade solar do que no local mais ensolarado da Alemanha, que é um dos líderes no uso da energia fotovoltaica (FV). Leia mais…


Isenção de microgeração e minigeração distribuída alcança todos os Estados brasileiros

ABSOLAR aplaude as adesões recentes do Amazonas, Paraná e Santa Catarina ao Convênio ICMS nº 16/2015 em favor das fontes renováveis.

Amazonas, Paraná e Santa Catarina formalizaram na última semana adesões ao Convênio ICMS nº 16/2015, que autoriza os governos estaduais a isentarem o ICMS sobre a energia elétrica produzida a partir de fontes renováveis em residências, comércios, indústrias, edifícios públicos e na zona rural, por meio da microgeração e minigeração distribuída solar fotovoltaica. A adesão foi oficializada por meio do Convênio ICMS nº 42/2018, publicado no Diário Oficial da União do dia 17 de maio de 2018. Agora, a medida passará a beneficiar todos os Estados da Federação, abrangendo 100% da população, empresas e produtores rurais do País. Leia mais…


Acesso universal a energia: muito mais que eletricidade

Ainda há muito a ser feito para fornecer à população mundial combustíveis limpos, fontes renováveis ​​modernas e tecnologias de eficiência energética.

Estação de metro impulsionada por energia solar em Brasília, Brasil. PAULO BARROS (METRO-D)

Você tem acesso a eletricidade confiável em casa a um preço acessível? E como é o forno que você usa? É elétrico ou usa carvão, gerando fumaça toda vez que você cozinha?

Um bilhão de pessoas (13% da população mundial) ainda vivem sem eletricidade e mais de 3 bilhões (41%) usam combustíveis poluentes para cozinhar, o que afeta sua saúde, produtividade e qualidade de vida. É por isso que as Nações Unidas incluíram o acesso universal à eletrificação e às tecnologias limpas de cozinha entre os objetivos relacionados a energia a serem alcançados dentro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) até 2030. Leia mais…


Produção de energia renovável criará mais de 24 milhões de empregos no mundo segundo OIT

Energia Eólica e Biomassa são as que mais empregarão segundo relatório.

Um relatório desenvolvido pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) e intitulado como “As Perspectivas Sociais e de Emprego no Mundo 2018” destaca que a produção de energia renovável será um dos setores que gerará mais postos de trabalho no decorrer dos próximos anos.

A expectativa é que mais de 24 milhões de novos empregos surjam na área até 2030. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) é considerado emprego verde toda ocupação que tente reduzir os impactos causados ao meio ambiente. Vários profissionais entram dentro deste mercado, desde motoristas de veículos sustentáveis como instaladores de placas solares.  Leia mais…


Rede de farmácias recorre à energia solar para alimentar mais de 140 lojas

Em parceria com a AES Tietê, a mineira Drogaria Araujo investiu em uma planta solar na divisa entre Minas e São Paulo a fim de alimentar todas as suas lojas.

Fachada de unidade da Drogaria Araujo. – Foto: Drogaria Araujo/Divulgação

Uma parceria entre a AES Tietê e a Drogaria Araujo, de Minas Gerais, fornecerá eletricidade gerada a partir de energia solar para alimentar mais de 140 unidades da rede de farmácias. A energia virá de uma planta solar, de 5 MW, na divisa de Minas Gerais com São Paulo, próxima à usina de Água Vermelha, no regime de geração distribuída. Ela deve entrar em operação até o fim de 2018. Leia mais…


Energia solar vai abastecer residencial na antiga Cidade de Plástico

Projeto na Guerreira Zeferina faz parte de acordo entre Prefeitura e Coelba.

(Foto: Evandro Veiga/Arquivo CORREIO)

Os primeiros moradores chegaram em meados dos anos 1990, e foram erguendo, de forma informal e precária, as primeiras casas em um terreno de cerca de 20 mil metros quadrados, no bairro de Periperi, às margens da Baía de Todos os Santos. Todas as residências foram construídas de madeira, papelão e plástico – de onde vem, por sinal, o primeiro nome da ocupação que, mais tarde, passou a ser conhecida como Cidade de Plástico e hoje foi reconstruída e rebatizada de Guerreira Zeferina. Leia mais…


Geração de energia solar será ampliada em Goiás

Durante reunião foram discutidas propostas que facilitem mais investimentos em energia limpa em Goiás e para que mais empresas do ramo se instalem em território goiano.

Uma das metas é a de capilarizar a geração de energia solar fotovoltaica para todas as regiões goianas. (Reprodução)

Para  estabelecer diretrizes de trabalho, o governador José Eliton se reuniu nesta manhã de terça-feira (22), com o presidente da Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa de Goiás, deputado Simeyzon Silveira, e representantes da cadeia produtiva de energia solar do Estado. Também foram discutidas propostas que facilitem mais investimentos em energia limpa em Goiás e para que mais empresas do ramo se instalem em território goiano. Leia mais…


MT abre 1º eletroposto por energia solar do país e tem 100 carros elétricos

1º eletroposto inaugurado em Cuiabá que vai abastecer veículos elétricos ou híbridos, que usam combustível ou eletricidade. 100 unidades circulam em MT

O primeiro eletroposto público abastecido por energia solar no Brasil foi inaugurado na noite desta segunda (21), em Cuiabá, pela Federação das Indústrias de Mato Grosso. A inauguração do eletroposto marca a abertura do 9º Seminário de Energia.

O eletroposto abastecerá veículos elétricos ou híbridos – que utilizam combustíveis ou eletricidade. Em Mato Grosso, há cerca de 100 carros do tipo. No Brasil, a estimativa é de que existam 7 mil automóveis elétricos. Leia mais…


Casa do futuro: saem freezer e chuveiro elétrico; entram LED, energia solar e carro elétrico

Carro elétrico será realidade, freezer e chuveiro elétrico vão perder espaço para energia solar

Lâmpadas LED, aquecedor solar para a água e painéis fotovoltaicos no telhado. Geladeiras mais eficientes, mas nada de freezer. Ar condicionado só split e, na garagem, um carro a gás ou elétrico. De acordo com as projeções da Coppe/UFRJ para a Matriz Energética do estado, o Rio de Janeiro terá casas assim em 2031. Caminho natural para os mais ricos, habitações mais eficientes do ponto de vista energético também poderão ser encontradas nas regiões mais pobres do estado. Dependerá do poder público, dizem os pesquisadores.

Em geral, se projeta a casa do futuro a partir do lançamento de novos produtos. A oferta de energia local, porém, é fator decisivo para as adaptações. Muitas famílias europeias têm fogão com placas elétricas ou de indução, enquanto, no Brasil, e sobretudo no Rio, chamas a gás reinam quase absolutas. Segundo a Coppe, em 13 anos, os fluminenses vão usar fogões com o mesmo tipo de alimentação, devido à produção crescente de gás natural no estado.  Leia mais…


Guatambu quer aumentar geração solar

Investimento será de cerca de R$ 700 mil e elevará produção energética em 50% /ALEXANDRE TEIXEIRA/DIVULGAÇÃO/JC

A vinícola Guatambu, que implementou seu parque de energia solar, em Dom Pedrito, com 600 painéis fotovoltaicos em maio de 2016, prepara-se agora para expandir a sua geração. O grupo pretende ampliar a sua capacidade de produção de eletricidade através do sol em aproximadamente 50%.

O diretor-proprietário da Guatambu, Valter José Pötter, estima que o aporte na iniciativa será de cerca de R$ 700 mil. O executivo projeta que, em até três meses, será possível concluir o incremento de capacidade, e a perspectiva do retorno do investimento é de seis a oito anos. Pötter salienta que o custo da energia tem aumentado acima da inflação, o que torna a opção pela geração própria, em particular a fotovoltaica, cada vez mais interessante. O dirigente reforça que a medida implica ganhos econômicos e ambientais. Leia mais…


Sede da Associação de Docentes terá 80% da energia gerada por placas solares

Cinquenta e seis 56 placas fotovoltaicas foram instaladas no telhado da casa, em São Domingos.

Instaladas. Placas fotovoltaicas da sede da Aduff, em São Domingos, começarão a funcionar nesta quarta-feira – Freelancer / Guilherme Pinto

O ditado popular diz que quem está sem dinheiro torce para chover. Mas quem entende de eficiência energética espera sempre que faça sol, porque isso pode representar economia. A partir de quarta-feira, a Associação de Docentes da Universidade Federal Fluminense (Aduff) começará a utilizar energia solar. Essa é a primeira vez que um sindicato da cidade toma esse tipo de decisão. Na semana passada, foram instaladas 56 placas fotovoltaicas no telhado da sede da entidade, em São Domingos. Elas serão responsáveis por captar 80% da energia elétrica utilizada no local. O investimento total foi de R$ 85 mil, que a instituição espera recuperar em quatro anos. Leia mais…


Primeiro condomínio popular com energia solar do Centro-Oeste será em Cuiabá

Redução de taxa de condomínio poderá chegar a até 30% por causa da economia de geração de energia elétrica.

Um condomínio com prédios dotados de placas solares para geração de energia a ser utilizada em todas as áreas comuns e feito com diversos materiais recicláveis e manejo correto de água, com reuso intenso é o que promete a MRV Engenharia, durante o lançamento de seu condomínio Parque Chapada das Oliveiras.

Os engenheiros da empresa informaram ao Circuito Mato Grosso que este é o primeiro condomínio do tipo no Centro-Oeste e a energia gerada deve levar a uma redução de até 30% do valor pago pelos condôminos. Leia mais…


Projeto de geração de energia solar será implantado no Nortão com investimento de R$ 1 milhão

O prefeito de Peixoto de Azevedo, Mauricio Ferreira de Souza (PSDB) disse, em entrevista, ao Só Notícias, que executivos chineses de uma empresa multinacional confirmaram investimento de R$ 1 milhão para implantação de um projeto de geração inicial de 1 megawatts de energia através de placas solares que serão instaladas em um área estratégica doada pela prefeitura. A previsão é que a instalação e geração de energia ocorra até dezembro. Leia mais…


Alemanha constrói vilas solares que produzem mais eletricidade do que consomem

Geração cresceu desde que cidadãos passaram a receber em dinheiro pelo excedente que conseguiam produzir em suas próprias casas.

PAINEL DE ENERGIA SOLAR. ALGUMAS CASAS NA ALEMANHA CONSEGUEM PRODUZIR QUATRO VEZES MAIS ENERGIA DO QUE CONSOMEM (FOTO: FAISAL AL NASSER/REUTERS)

Em 2000, a Alemanha aprovou uma lei na qual as companhias de energia teriam que pagar em dinheiro para aquelas pessoas que conseguiam devolver para rede elétrica o excedente da energia produzido em suas próprias casas – no sistema chamado de microgeração.

Com este impulso, existem vilas inteiras que vivem de energia solar. As chamadas  “vilas solares” empregam a última tecnologia em placas solares  e são capazes de produzir quatro vezes mais energia do que consomem. Leia mais…


Brasil deve atingir 2GW de energia solar instalada até o final deste ano

Linhas de financiamentos facilitam investimentos de pessoas físicas e jurídicas.

Linhas de financiamentos facilitam investimentos de pessoas físicas e jurídicas Crédito: divulgação

Segundo dados divulgados no início deste ano pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o Brasil deverá ultrapassar a marca de 2 GW de geração de energia solar fotovoltaica em operação. De acordo com a entidade, pelo menos 85% da potência instalada é proveniente de usinas solares, também conhecidas como parques solares, resultado de quatro leilões de energia, localizadas, em sua maioria, no Norte, Nordeste e Centro Oeste. Já o segmento de geração distribuída formada por residências, comércio, indústrias, edifícios públicos, estacionamentos e zona rural evoluiu 150%. Leia mais…


Gás e energia solar devem ganhar espaço na matriz energética do Rio

A alternativa fotovoltaica está crescendo naturalmente – Coober/Divulgação

O gás natural e a energia solar devem ganhar mais relevância na matriz energética do Rio de Janeiro nos próximos 15 anos, segundo estudo do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia (Coppe/UFRJ) e da Subsecretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico.

O documento traça dois cenários, um de referência e outro alternativo, em que a busca por eficiência energética se dá de forma mais intensa. Para o pesquisador Amaro Pereira, do Programa de Planejamento Energético da Coppe/UFRJ, o estudo mostra que o estado precisa se beneficiar da disponibilidade de gás natural. Leia mais…


Novos empreendimentos solares devem gerar investimentos de R$ 8 bilhões

Os 49 novos empreendimentos solares contratados nos últimos leilões de energia A-4 devem gerar investimentos de R$ 8 bilhões até 2021 e garantir mais 1,8 (GWp) gigawatts-pico de potência no Brasil. Desses empreendimentos, sete já receberam a outorga de autorização para implantação. A previsão é que até o mês de outubro de 2018 todos já estejam com outorga liberada. Leia mais…


Minas ganha usina que armazena energia solar

Pioneiro, empreendimento será acionado em Uberlândia, com proposta inovadora capaz de abastecer a rede de distribuição durante o dia e à noite. Investimento foi de R$ 22 milhões.

Empreendimento fotovoltaico instalado pelo grupo Alsol no Piauí serviu de modelo aos investimentos que estão sendo feitos em Minas

Minas Gerais já é o estado que mais utiliza equipamentos para gerar energia solar e hoje dá mais um passo importante para o setor. Em Uberlândia, no Triângulo, 1.152 placas de geração fotovoltaica conectadas a baterias vão trazer inovação importante para o Brasil, com reflexos no exterior. A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) inaugura a primeira minigeração conectada à rede no país com potencial para fornecer aproximadamente 480kWh/ano. A novidade principal do projeto – que conta com parceria da Alsol Energias Renováveis, do Grupo Algar, na execução –, é o armazenamento da energia captada ao longo do dia para ser devolvida à rede no período noturno coincidindo com o horário de maior demanda. Leia mais…


Produção de energia solar na Turquia aumenta em 217%

A capacidade de energia instalada da energia solar da Turquia aumenta em 217%, para 2.978 megawatts, revelam dados da EMRA.

A produção de energia solar turca aumentou em 175% para 2,8 milhões de megawatts-hora em 2017 em comparação com o ano anterior, de acordo com dados da Autoridade de Regulamentação do Mercado de Energia (EMRA) da Turquia.

A capacidade instalada de energia solar aumentou de 939 megawatts para 2.978 megawatts em termos anuais, o que representa um aumento de 217%, segundo informações oficiais coletadas pela Anadolu Agency (AA). Leia mais…


Energia solar fotovoltaica atinge marca histórica no Brasil

O Brasil acaba de atingir a marca histórica de 250 megawatts (MW) de potência instalada em sistemas de microgeração e minigeração distribuída solar fotovoltaica em residências, comércios, indústrias, edifícios públicos e na zona rural.

Segundo mapeamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), a fonte solar fotovoltaica, baseada na conversão direta da radiação solar em energia elétrica de forma renovável, limpa e sustentável, lidera com folga o segmento de microgeração e minigeração distribuída, com mais de 99,3% das instalações do País. Leia mais…


Energia solar pode reduzir taxa de condomínio em até 30%

Cuiabá, que terá um sistema completo de geração de energia solar, com placas fotovoltaicas.

Unindo sustentabilidade e economia, a MRV Engenharia lançou um condomínio, em Cuiabá, que terá um sistema completo de geração de energia solar, com placas fotovoltaicas. A medida promete reduzir em até 30% a taxa de condomínio.  Além disso, o condomínio disponibilizará de bicicletas compartilhadas, algo inédito no segmento em Cuiabá e Várzea Grande.

O Parque Chapada das Oliveiras é o primeiro na chamada Linha Bio, lançada pela companhia que é líder em imóveis econômicos no Brasil. A linha Bio apresenta um padrão elevado de conforto e bem-estar. Leia mais…


550 mil painéis solares devem chegar ao Pecém

Transportados em 768 contêineres, os painéis solares integraram o projeto do Complexo Solar Apodi, em Quixeré.

O projeto Apodi, no município de Quixeré, deverá empregar entre 800 e 1,1 mil pessoas e terá capacidade de geração de 162 megawatts (MW), suficientes para atender a 250 mil residências – NEGOCIOS – 10ne0346 – NLVL

Até o fim de 2018, 550 mil painéis fotovoltaicos, ou placas solares, deverão entrar no Ceará pelo Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp). A carga representa a movimentação de pelo menos 768 contêineres sendo transportados para impulsionar o mercado de geração de energia solar no Estado. Do total, já desembarcaram 478 contêineres carregados do material produzido pela GE Power. Segundo a assessoria de comunicação do Porto do Pecém, os painéis irão compor o Projeto Apodi, localizado em Quixeré (CE). Leia mais…


Energia eólica se torna fonte de renda extra para famílias no Sul do RS

Estado é o quarto em produção de energia eólica no país, atrás apenas da Bahia, Ceará e Rio Grande do Norte. Maior parte dos parques fica em Santa Vitória do Palmar, onde 150 produtores investiram na geração de energia elétrica pelo vento.

Moinhos ficam em meio aos animais nas propriedades rurais de Santa Vitória do Palmar (Foto: Reprodução/RBS TV)

A energia eólica se tornou uma importante fonte de renda para diversas famílias na Região Sul do Rio Grande do Sul. Em Santa Vitória do Palmar, onde se concentra a maior parte dos parques eólicos do estado, 150 produtores rurais garantem renda extra com o arrendamento da terra para a colocação dos equipamentos.

“Até agora está sendo ótimo para eles e para nós também, pelo que nos fornece. Melhorou tudo, as estradas, deram bastante ajuda, e até hoje dão”, afirma o produtor rural Thierre Terra. Leia mais…


Construtora aplica R$ 300 mi e aposta em energia solar e sustentabilidade no Estado

Projeto arquitetônico da MRV que lança 10 empreendimentos com “pegada verde” e 2,9 mil unidades habitacionais para faixa 2 do Minha Casa Minha Vida

A construtora MRV anunciou o investimento de R$ 300 milhões em Mato Grosso este ano. Ao todo, serão 10 empreendimentos com alto índice de sustentabilidade e economia financeira com a chamada “pegada verde”. O montante será aplicado na construção de 2,9 mil unidades habitacionais. A expectativa é de gerar 1,2 mil novos empregos diretos e 3,8 mil indiretos. Leia mais…


Madeira: produção de energia elétrica aumenta 2,4%, eólica dispara 39,2%

No primeiro trimestre a Madeira teve uma produção de energia elétrica de 208,9 GWh.

A produção de energia elétrica na Madeira registou um aumento de 2,4% no primeiro trimestre. Destaque para a subida assinalável da produção eólica com 39,2% e a quebra de 40,4% nos resíduos sólidos urbanos. A fonte hídrica teve um crescimento de 9,1% face ao período homólogo, de acordo com a Direção Regional de Estatística (DREM). Leia mais…


Sertão iniciará produção pioneira de alimentos através do sistema agrovoltaico

O pioneirismo resulta da ação de uma rede de pesquisados do país que afirma ser possível ‘plantar água’, ‘comer Caatinga’ e ‘irrigá-la com o sol’.

Nos próximos dois meses, o semiárido pernambucano pode ser pioneiro nacional na produção integrada de alimentos vegetais, peixe e captação pluvial através da implantação de um sistema agrovoltaico sustentável a partir da transformação da radiação solar em energia distribuída. Os trabalhos técnicos para a instalação do sistema fotovoltaico estão sendo realizados por uma startup local dentro da escola Sertão em Ibimirim. A iniciativa visa demonstrar provas materiais do conceito científico de uma rede de pesquisadores nacionais (Ecolume), financiada pelo CNPq e liderada pela climatologista e Doutora em Recursos Hídricos, Francis Lacerda, coordenadora técnica do Laboratório de Mudanças Climáticas do Instituto Agronômico de PE (IPA). O conceito Ecolume defende que é possível “plantar água”, “comer Caatinga” e “irrigá-la com o sol” do local. Leia mais…


Governo estuda instalar geradores de energia eólica no mar em 4 províncias do Japão

O governo está explorando a possibilidade de promover a geração de energia eólica em quatro províncias – Aomori, Akita, Saga e Nagasaki, disseram fontes próximas ao governo.

O governo está considerando a designação de áreas dentro do mar dessas províncias para a promoção da geração de energia eólica, onde tais projetos podem ser realizados por até 30 anos. Leia mais…


Energia renovável emprega mais de 10 milhões de pessoas no mundo

O setor de energia renovável, incluindo hidrelétricas, responde por 10 milhões de empregos no mundo (Arquivo/Agência Brasil).

Sobradinho – A Usina Hidrelétrica de Sobradinho tem capacidade total de 1050 megawatts, mas com a falta de água só tem sido possível gerar cerca de 160 megawatts (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O setor de energia renovável, incluindo as grandes hidrelétricas, emprega mais de 10 milhões de pessoas no mundo, de acordo com dados da quinta edição do relatório Renewable Energy and Jobs – Annual Review, lançado hoje (8) na 15º Reunião do Conselho da Agência Internacional de Energia Renovável (Irena, na sigla em inglês), em Abu Dhabi. De acordo com o relatório, em 2017 foram criados mais de 500 mil empregos, um aumento de 5,3% em relação a 2016. Leia mais…


Índia convida Angola a aderir a programa de energia solar

A Índia convidou Angola a aderir ao programa indiano de produção de energia solar, avaliado em cerca de dois mil milhões de dólares e com a adesão de 120 países.

FOTO: PORTAL DE ANGOLA

O programa enquadra-se na produção de energia limpa, segundo o embaixador da Índia em Angola, Sushil kumar Singhal, que apresentou, nesta segunda-feira (07), cumprimentos de despedida ao presidente angolano, João Lourenço.

No final de uma missão de pouco mais de um ano, Sushil kumar Singhal disse desejar que Angola adira ao projeto de produção de energia solar, lançado em parceria com a França. Leia mais…


Cresce a procura por energia sustentável em Araucária

Placas são instaladas no telhado para captar a luz solar

A preocupação com a sustentabilidade e a geração de energia renovável cresceu muito nos últimos tempos e também está chegando com força em Araucária. A energia solar se expande mais rapidamente do que qualquer outra fonte de combustível. Segundo uma empresa do ramo que atua na cidade, a procura por orçamentos tem crescido, no entanto, devido ao valor final, nem todos fecham o projeto. “O problema é que o cliente ainda não consegue avaliar as vantagens que o sistema proporciona a longo prazo, ele quer um retorno imediato. Mas se ele consegue estabelecer o custo-benefício do sistema de captação da energia solar, fecha negócio na hora”, argumenta o responsável técnico da empresa. Leia mais…


Investimento em energia solar traz esperança ao Brasil

A crescente preocupação com a preservação do meio ambiente e a busca pela diversificação da eletricidade, associadas ao desenvolvimento da indústria, têm impulsionado a geração de energia a partir de fontes renováveis no mundo.

O uso da energia solar, um dos principais objetivos da 21ª edição da Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP21), realizada em 2015, é uma das tendências no mercado brasileiro e ganhou novo fôlego depois que o presidente da França, Emmanuel Macron, decidiu mobilizar US$ 1 trilhão para o setor até 2030, em benefício de países emergentes. Leia mais…


Dubai adiciona 200 MW de energia solar, aumentando a fatia de energia limpa para 4% da capacidade instalada

Dubai Adds 200MW Solar Energy, Increasing Clean Energy Share To 4% of Installed Capacity (Photo: AETOSWire)

Sua Alteza Xeque Mohammed bin Rashid Al Maktoum, vice-presidente e primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos (EAU), e governante de Dubai, entregou oficialmente o primeiro estágio de 200 megawatts (MW) da terceira fase de 800 MW do Parque Solar Mohammed bin Rashid Al Maktoum. A Autoridade de Água e Eletricidade de Dubai (Dubai Electricity & Water Authority, DEWA) está implementando a terceira fase com o uso do modelo de produção de energia independente (Independent Power Producer, IPP) ao custo nivelado de 2,99 centavos de dólar por quilowatt-hora com o uso de painéis solares fotovoltaicos. Leia mais…


Novo material sintético vai tornar painéis solares ainda mais baratos

Os painéis solares têm-se tornado cada vez mais vulgares e eficientes, mas ainda existia um obstáculo a ultrapassar para que estes se tornem uma maneira regular de extrair energia da luz solar. O preço do silício, componente importante para o funcionamento das células, ia ser sempre um problema, mas agora já existe um novo material que pode substituir este elemento e tornar as células fotovoltaicas mais baratas para todos.

A solução foi proposta pelo Instituto de Tecnologia e Ciência de Okinawa, no Japão. Investigadores experimentaram substituir o silício por uma estrutura cristalina de perovskita, mas feita de materiais sintéticos em vez de orgânicos, eliminando a fraqueza ao calor que caracterizava esta configuração molecular. Além de mais baratas de produzir, são também mais fáceis de aplicar, quando dissolvidas. Leia mais…


Hotel reduz custos instalando energia solar

Modelo preserva recursos do planeta, produzindo energia de forma limpa e de fonte renovável.

O Hotel MM, está localizado em São Gabriel do Oeste, há 137 Km de Campo Grande, MS (Crédito: divulgação)

Reduzir os altos custos de energia elétrica e adquirir consciência em relação à produção de energia – de forma sustentável e sem comprometer o meio ambiente – foram os motivos que levaram os proprietários do Hotel MM, localizado em São Gabriel do Oeste, há 137 Km de Campo Grande, MS, a instalar em sua sede o sistema de energia solar fotovoltaica. Leia mais…


Comissão Senado do Futuro terá debate sobre eficiência energética

Audiência pública acontece na próxima quinta-feira (3) para discutir a atual relevância do tema dentro do setor elétrico e da conjuntura econômica atual.

Buscando debater a atual importância de estudos e projetos de eficiência energética no setor elétrico e dentro da conjuntura atual de retomada econômica, uma audiência pública acontecerá na próxima quinta-feira, 3 de maio, às 17 horas, no Senado. O tema será discutido levando em consideração a Lei 9.991 de 2000, que trata de investimentos em P&D e em eficiência energética por parte das empresas concessionárias, permissionárias e autorizadas do setor energético. Leia mais…


BNDES detalha aplicação de US$ 1 bilhão em energia eólica

Com recursos, foram apoiados oito projetos, distribuídos por seis estados: Ceará, Piauí, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Bahia e Rio Grande do Sul.

Energia eólica: juntos, projetos têm 1.323 megawatss de capacidade instalada, o que representa mais de 420 mil toneladas de CO2 equivalentes que deixarão de ser lançadas anualmente na atmosfera (Mimadeo/Thinkstock)

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançou hoje (2), no Rio de Janeiro, o seu primeiro Relatório Anual Green Bond – os chamados títulos verdes.

O documento, inédito entre bancos brasileiros, contém informações sobre projetos de energia eólica apoiados com US$ 1 bilhão, verba captada pelo BNDES no mercado internacional em 2017 e destinada a financiar projetos ambientalmente sustentáveis. Leia mais…


Sicoob Credipar disponibiliza linha de crédito para aquisição de equipamentos de energia solar

(Imagem: Divulgação)

O Sicoob Credipar está disponibilizando a linha de crédito Sicoob Ambiental para aquisição de infraestrutura de geração de energia fotovoltaica (energia solar). A ampliação da linha de produtos e serviços visa oferecer aos associados o máximo de opções para viabilização de suas demandas.

Financiando até R$ 100 mil, o crédito oferece taxa de CDI+0,5 ao mês, com carência de 60 dias para começar a pagar e prazo de até 36 meses.

Para conhecer mais sobre o financiamento, fale com seu gerente e comprove os benefícios e condições.

Benefícios

Entre os principais benefícios na geração de energia solar, destacam-se: a fonte inesgotável de energia gratuita (o sol); o ótimo índice de irradiação solar no Brasil durante todo o ano; a redução de perdas por transmissão e distribuição de energia, já que a eletricidade é consumida onde é produzida; o baixo impacto ambiental, já que a produção de energia fotovoltaica não gera emissão de gases de efeito estufa; a rápida instalação devido à sua grande modularidade e baixo custo de manutenção; e o excelente recurso para locais de difícil acesso ou fora das redes de energia instalados. Leia mais…


Startup Sun Exchange ajudará ONU a tokenizar energia solar

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) conseguiu o apoio da startup Sun Exchange para lançar um projeto piloto para eletrificar objetos socialmente significativos. Como parte da iniciativa, os investidores financiarão a compra e instalação de painéis solares em uma das universidades da Moldávia, após o que eles receberão uma pequena recompensa por alugá-los – exclusivamente em criptomoedas. Isso foi relatado pelo blog da organização. Leia mais…


O desafio da energia renovável

Tratar os recursos naturais com responsabilidade é uma imposição cada mais inadiável, ainda mais se pensarmos não apenas em ganhos imediatos, mas nas próximas gerações.

Gilmar Fraga / Arte ZH

O crescente investimento em energias limpas e renováveis é um caminho sem volta, o único possível se levada em conta a necessidade de preservação da vida na Terra.  A reportagem do jornalista Caio Cigana, publicada na edição de fim de semana de Zero Hora, aproximou ainda mais essa realidade dos gaúchos.

instalação de painéis solares em casas e estabelecimentos comerciais do Rio Grande do Sul ganha, atualmente, impulso inédito. Motivada em grande parte pelas perspectivas de economia da conta de luz, a mudança na matriz energética do Estado se insere em um contexto que vai além no bem-vindo alívio aos bolsos dos cidadãos. Leia mais…


Produção de energia solar no RS passa de 6 kW para 31,7 mil kW em cinco anos

Em 2017, RS ganhou em média 4,4 novos pontos por dia. Em 2018, subiu para sete por dia.

RS vive alvorecer da geração distribuída por meio da energia solar. Na foto, instalações no telhado do ParkShopping Canoas

Está a 149 milhões de quilômetros a fonte da energia que mais cresce no Rio Grande do Sul. Em telhados de casas, lojas, indústrias e em propriedades rurais, painéis fotovoltaicos que geram eletricidade a partir da luz do sol se espalham em ritmo frenético.

A produção praticamente inexistente no Estado cinco anos atrás – seis quilowatts (kW) – chegou a 31,7 mil kW em março. Além do ganho ambiental, a vantagem econômica impulsiona a grande adesão à chamada geração distribuída, em que o próprio consumidor origina sua energia e, em períodos de menor demanda, fornece o excedente para a rede, obtendo créditos que podem ser abatidos da conta.

A geração distribuída avança a uma velocidade cada vez maior devido à energia solar.

Leia mais…


Potencial energético do Rio Grande do Norte continua em expansão

O crescimento constante mostra que ainda há espaço para investimentos no setor.

Em janeiro de 2017, o Rio Grande do Norte possuía 122 parques eólicos em operação, gerando 3.311,6 MW. Contava com outros 16 parques em construção, programados para gerar 417 MW e, aguardando o início das obras, porém com contratos firmados, de 38 novos parques.

Em janeiro de 2018, as usinas de geração chegaram a 131 parques em operação, gerando 3.552,7 MW, enquanto havia 21 em construção (com expectativa de produção de mais 507,9 MW). Em 1º de maio, o Estado potiguar contabilizará 136 parques eólicos, gerando 3.678,9 MW. Leia mais…


WEG cresce em energia solar e prevê expandir negócio para outros países

Reuters. Painel de geração de energia solar

A fabricante catarinense de equipamentos elétricos WEG (SA:WEGE3) tem visto crescerem rapidamente seus negócios em energia solar, como a produção de inversores e serviços de instalação de usinas e sistemas de geração de menor porte, o que já leva a empresa a buscar expandir a operação para outros países onde atua, como a Argentina, disse à Reuters um executivo da companhia. Leia mais…


Preço da instalação de sistema de energia solar está em queda no Brasil

A média dos sistemas nas residências é estimado em R$ 5,10 por watt.

O ParkShopping Canoas é o local com a maior capacidade de produção instalada no Rio Grande do Sul

Está cerca de R$ 2,70 mais barato o watt instalado de energia solar no Brasil. De acordo com o gerente de planejamento energético da Secretaria Estadual de Minas e Energia, Eberson Silveira, de junho de 2016 a janeiro deste ano, o preço para instalação do sistema caiu de R$ 7,80 por watt para R$ 5,21. Agora, estaria em torno de R$ 5,10, estima.

No RS, a média dos sistemas nas residências é de 5,40 quilowatts – o equivalente a investimento de R$ 27,5 mil. Em regra, observa Silveira, o consumidor que adota a opção é de classe média. Isso porque não há financiamento específico disponível, a não ser para produtores rurais. Leia mais…


Energia eólica revoluciona matriz energética no Uruguai

Hoje, mais de 95% do país é abastecido com energias renováveis.

Eolic energy windmills at countryside landscape in Maldonado outskirts, Uruguay

Em março, o vento venceu a água pela primeira vez. Durante o terceiro mês do ano, a energia eólica tornou-se a primeira fonte de geração de eletricidade no Uruguai, deslocando a hidráulica para o segundo lugar. Os 40,96% da energia em março foram gerados pelo vento, seguido por água com 38,77%, biomassa de resíduos florestais e casca de arroz (9%), térmica (7,65%) e fotovoltaica (4,65%) explicou o restante, de acordo com as informações disponíveis no site da empresa elétrica do país (UTE). Leia mais…


Turbinas eólicas gigantes estão tornando a energia limpa algo corrente

No extremo norte da península de Jutland, na Dinamarca, o vento é tão forte que fileiras de árvores crescem em uma direção, como bandeiras dobradas.

O clima implacável nesta longa faixa de terra de cultivo, pântanos e lamaçais – e o laboratório natural que oferece – deu ao país um papel de liderança na transformação da energia eólica em fonte viável de energia limpa. Leia mais…


Novas tarifas para energia elétrica entram em vigor e produtores rurais buscam alternativas

No Rio Grande do Sul, por exemplo, a Aneel aprovou o aumento médio de 22,47% para mais de 1,3 milhão de usuários.

Desde o dia 19 de abril já está em vigor a nova tarifa para energia elétrica aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que atinge vários estados, como Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Sergipe, Ceará, dentre outros. No Rio Grande do Sul, por exemplo, a Aneel aprovou o aumento médio de 22,47% para os mais de 1,3 milhão de usuários em 118 municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA), Centro-Oeste e Leste do Rio Grande do Sul. Diante desse cenário, muitos consumidores buscam alternativas para driblar esses aumentos no orçamento da família ou da empresa. Atualmente, uma das melhores alternativas é a energia limpa, como a energia solar. Leia mais…


Começa a funcionar o Sistema fotovoltaico na Câmara

Expectativa é que economia na conta de luz pague o investimento em três anos e meio.

Foi feita hoje (25) pela Companhia de Energia do Paraná (Copel) a verificação de ligações e liberação da Câmara de Vereadores de Cascavel para a utilização do sistema fotovoltaico que agora capta a energia solar para atender as necessidades do prédio do Legislativo.

A instalação feita pela empresa Viza e Cia Ltda, vai proporcionar uma economia de cerca de 50% na demanda mensal de energia elétrica da Casa. Leia mais…


Projeto piloto: energia solar fará escola economizar R$ 3 mil por mês

Escola estadual é a primeira a receber sistema solar em MS.

Escola Brasilina é a primeira pública a ser autossuficiente em energia

A primeira escola pública de Mato Grosso do Sul a se tornar autossuficiente em energia limpa terá economia mensal de ao menos R$ 3 mil na conta de luz. Sistema de energia solar foi inaugurado nesta quarta-feira (25) na Escola Estadual Brasilina Ferraz Mantero, no Jardim Leblon, na Capital, e há projeto para instalação de painéis em outras escolas. Leia mais…


Módulo monocristalino de PERC com half-cut da LONGi Solar passa dos 360W, estabelecendo um novo recorde mundial

A LONGi Solar anunciou que seu módulo monocristalino de PERC com tecnologia half-cut, de 120 células, excedeu 360W, como certificado pela TÜV-SÜD. Isto alcança um novo recorde mundial para o módulo monocristalino de PERC com half-cut, de 120 células e da mais alta potência, somando para o recorde mundial da LONGi em módulos monocristalinos de PERC de 60 células – em termos de potência e eficiência de conversão. Leia mais…


Banco do Nordeste vai ampliar financiamento a placas de energia solar em residências

Banco estatal já realizou cerca de 100 milhões de reais em operações para instalações solares como essas, conhecidas como microgeração distribuída.

Banco do Nordeste vai ampliar financiamento a placas de energia solar em residências

O Banco do Nordeste Brasileiro (BNB), que tem aumentado os desembolsos para projetos de energia renovável, pretende estrear neste ano uma nova modalidade em financiamento do setor, ao oferecer empréstimos para a compra de painéis solares por pessoas físicas.

Os painéis poderiam ser instalados em telhados de casas, por exemplo, disse à Reuters um executivo da instituição de fomento do Nordeste, região que tem buscado ficar menos dependente da geração hidrelétrica devido aos riscos associados ao clima mais seco. Leia mais…


Investimento em painéis solares ajuda a melhorar as operações no campo

Geração de energia renovável ganha força como alternativa aos altos custos da energia elétrica.

Que tal contar com fornecimento gratuito de energia elétrica na fazenda? Esse sonho já é uma realidade em muitas fazendas. O Sol se tornou um grande aliado do produtor rural na tarefa de zerar a conta de energia. Com vida útil superior a 25 anos, os painéis solares estão mais baratos, prometem rápido retorno e estão se multiplicando rapidamente no campo brasileiro. Leia mais…


Um continente de energias renováveis

A Comunidade Europeia caminha para ser um continente movido a energias renováveis e não poluentes. Diferentemente do Brasil, a Europa não possui grandes rios com bons desníveis para a construção de grandes hidrelétricas. E, hoje em dia, mesmo se tivesse, a questão ambiental provocada pela inundação de grandes áreas não permitiria tais construções.  Leia mais…


A canoa solar que ajuda comunidades a navegar sem gasolina na Amazônia

Leia mais…


Empresa desenvolve telhado solar 50% mais barato que os da Tesla

A empresa 3 in 1 Roof desenvolveu uma tecnologia que oferece isolamento, proteção extrema contra o vento e energia solar, em um só produto.

A Tesla está chamando a atenção quando se trata de telhados solares e inclusive já iniciou a instalação em algumas residências da Califórnia. Mas alguns concorrentes estão inovando de maneiras que nem mesmo Elon Musk pensou. A empresa 3 in 1 Roof, por exemplo, desenvolveu uma tecnologia que oferece isolamento, proteção extrema contra furacões e energia solar, tudo em um só produto. Segundo a empresa, o valor da cobertura sairá a metade do preço de um telhado solar da Tesla. Leia mais…


Energia eólica cresce no país e já pode abastecer 22 milhões de casas

No Brasil, a água é o principal recurso de geração de eletricidade, mas os ventos já têm capacidade de produção semelhante à usina de Itaipu.

A energia gerada pelos ventos tem ganhado força no Brasil. Considerada complementar na matriz de produção elétrica nacional, que conta principalmente com a hidroeletricidade, a geração a partir da fonte eólica já é suficiente para abastecer cerca de 22 milhões de casas por mês no país.

O dado é da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica), que também informou um fato inédito ocorrido em fevereiro deste ano: o segmento atingiu potência instalada (capacidade máxima de produção de uma fábrica) de 13 gigawatts (GW), volume quase igual ao produzido pela usina de Itaipu (14 GW), a maior hidrelétrica em território nacional. Leia mais…


O que ainda estamos esperando para transformar a energia eólica em realidade no Brasil?

No mundo, o setor eólico vem se destacando como uma das fontes de energia mais promissoras desde a década de 90.

Foto: Divulgação

O potencial para crescimento e desenvolvimento da indústria eólica no Brasil é gigantesco, sendo possível gerar energia para todo o país utilizando somente os ventos intensos da região do Nordeste brasileiro. O custo é baixo e os recursos são inúmeros, mas incrivelmente ainda esbarramos em questões governamentais e de investimento para a implantação de novos polos. Leia mais…


Programa de financiamento fomenta energia solar para pequenos negócios

Energia solar é renovável e ajuda empresas a reduzir custos. Investimento ainda é alto

O Sebrae, o Banco do Brasil e a WEG lançam, na próxima quinta (26), o programa de Financiamento de Energia Solar para pequenos negócios. A parceria visa estimular a geração de energia fotovoltaica no âmbito da geração distribuída, o PLUZ,

Serão ofertadas consultorias especializadas, acesso à tecnologia de ponta e ao crédito por meio do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO). Para acessar o Programa, a empresa e o produtor rural deverão acessar o Banco do Brasil, realizar o cadastro e fazer uma pré-análise de crédito. Leia mais…


BNDES e ‘banco dos BRICS’ fazem 1º desembolso no Brasil para parques eólicos

Os recursos destinam-se a seis parques de energia eólica nos Estados do Piauí e de Pernambuco.

TORRES DE ENERGIA EÓLICA NA CIDADE DE OSÓRIO, NO RIO GRANDE DO SUL – ENERGIA – DISTRIBUIÇÃO (FOTO: JAMIL BITTAR/REUTERS)

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o New Development Bank (NDB), conhecido como “banco dos BRICS“, fizeram nesta quarta-feira, 18, o primeiro desembolso conjunto para uma operação de financiamento no Brasil. A liberação, no valor de US$ 67,3 milhões, é a maior já realizada pelo NDB e faz parte de contrato assinado com o BNDES há um ano para apoiar projetos de energia renováveis. Leia mais…


Huawei vence projeto de energia solar de larga escala no Brasil

Huawei vence projeto de energia solar no Brasil

Na sexta-feira (13), a Huawei anunciou que é a vencedora do projeto “Boa Hora” de energia solar, e fornecerá 75MW de inversores string para a AES Tiête, uma subsidiária da AES Corporation. De acordo com a empresa, este será o primeiro projeto solar totalmente digitalizado e representará um marco para a digitalização da indústria de energia solar no Brasil. Leia mais…


Araranguá recebe projeto itinerante internacional

No dia 7 de maio além do projeto CineSolar, a iniciativa Plant fot the Planet estará na praça Hercílio Luz, disponibilizando um Workshop sobre consciência ambiental.

O município de Araranguá no dia 7 de maio contará com a presença do projeto itinerante da Samsung, o CineSolar, que faz a utilização de placas solares para a transmissão de filmes de forma gratuita. A amostra do projeto funcionará na praça Hercílio Luz a partir das 18h, e em caso de chuva a projeção será feita no colégio Murialdo.

A inciativa Plant fot the Planet estará oferecendo também workshop das 8h30 às 15h30 sobre consciência ambiental para as crianças. O evento também irá estar plantando árvores em algumas avenidas do município, e ao final, quem participar leva para casa um certificado de Embaixadores da Justiça Climática. O evento contará com a presença de quatro escolas municipais, uma estadual e também do colégio Murialdo. Leia mais…


Carro movido a energia solar quer bater recorde de velocidade

A ideia de um carro movido a energia solar está longe de ser nova mas isso não impediu o laboratório PROVE Lab (da Universidade Estatal Politécnica da Califórnia) de se lançar na construção de um carro solar verdadeiramente radical. Não usa baterias e não “sonha” com a produção em massa. O único objectivo deste carro (e da sua equipa) é bater o recorde de velocidade para um carro alimentado apenas por energia solar. Leia mais…


Pesquisadores japoneses inventam adesivos de células solares orgânicas super finas

TÓQUIO – Um grupo de pesquisadores japoneses desenvolveram uma célula solar orgânica super fina que pode ser fixada por calor em roupas como o design de uma camiseta.

As células fotovoltaicas desenvolvidas por uma equipe conjunta do Instituto de Pesquisa Riken e Toray Industries Inc. têm apenas 3 micrômetros de espessura, podem ser fixadas em tecido com resina de forma semelhante à impressão por transferência de calor, e podem ser esticadas e dobradas. Eles também podem resistir a temperaturas de cerca de 100 graus Celsius sem degradar e têm uma eficiência de conversão de energia de cerca de 10%, melhor do que qualquer célula solar orgânica ultrafina anterior. Leia mais…


Tecnologia contribui para propagar a energia solar

É possível implementar projetos que reduzam em até 95% o gasto com a conta de energia ECO ENERGY/DIVULGAÇÃO/JC

É difícil mensurar todo o potencial da energia solar no Brasil, o que se pode constatar é que é algo entusiasmante. Considerada como uma opção para reduzir os custos com as contas de luz, esse tipo de geração de eletricidade tende a ficar cada vez mais competitiva com a evolução da tecnologia. As questões relacionadas a esse assunto serão debatidas durante o 7º Congresso Brasileiro de Energia Solar, que será realizado em Gramado, no Centro de Eventos da Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurgs), de hoje até sexta-feira. Leia mais…


Aneel confirma operação comercial de 30 MW solares em São Paulo

Agência também autorizou seis eólicas, todas localizadas na Bahia, totalizando 145 MW de capacidade instalada.

A Agência Nacional de Energia Elétrica liberou para operação comercial 22 unidades de 1.559 kW, somando 30 MW de capacidade da usina de geração fotovoltaica denominada UFV Guaimbé, a partir de 13 de abril, conforme despacho publicado no Diário Oficial da União nesta mesma data. O empreendimento está situado em Guaimbé, São Paulo. Leia mais…


Tecnologia avançada para as redes solares do futuro

A penetração dos sistemas de energia solar conectados à rede tem aumentado, de projetos de escala pública aos carros alimentados com energia solar. Sistemas avançados de energia inteligente são atualmente a chave para a próxima geração de redes de distribuição de energia renovável.

Com o rápido crescimento em variedade, produção e tamanho de projetos de energia solar, a geração de energia em frequência e/ou voltagem regulada para cargas de diferentes tamanhos, vemos um volume crescente na qualidade da energia que está sendo gerada. Novas demandas por: custo e redução de tamanho, desempenho, receita e melhoria da qualidade, flexibilidade e gerenciamento do consumo e leis mais rigorosas estão acelerando o ritmo dos avanços em tecnologias de interface de rede, como os inversores solares. Leia mais…


Senai Empresa vai reiniciar por Amambai visitas para divulgar energia fotovoltaica

A primeira cidade a receber o evento será Amambai, no próximo dia 27 de abril, às 19h30, na sede da Associação Comercial

Após percorrer 17 municípios de Mato Grosso do Sul em 2017 para disseminar entre a população do Estado a energia solar como alternativa mais barata e sustentável à energia elétrica, o Senai Empresa vai retomar a agenda de apresentações do projeto “Sistemas Fotovoltaicos”. A primeira cidade a receber o evento será Amambai, no próximo dia 27 de abril, às 19h30, na sede da Associação Comercial do município, que fica na Avenida Pedro Manvailer, 3.981, no centro da cidade. Leia mais…


Vem aí uma bateria solar três vezes maior que a da Tesla

Um gigantesco projeto para uma central de energia solar vai ser acompanhado pelo que promete tornar-se a maior bateria do mundo para reserva de eletricidade destinada à rede pública.

O projeto Crimson vai ser construído no deserto da Califórnia, não muito longe da zona turística de Palm Springs, e vai ter uma bateria com capacidade de armazenamento de 350 MW, batendo em mais de três vezes a bateria de 100 MW que a Tesla instalou na Austrália.

A quinta solar Crimson vai ser construída pela Recurrent Energy e vai espalhar painéis solares por uma área com mais de dez quilómetros quadrados, com uma capacidade de produção de 350 MW. O maior projeto atualmente em operação explorado pela empresa canadiana é em Garland, também na Califórnia, com uma produção de 272 MW. Leia mais…


Palmeira terá usina solar financiada pela iniciativa privada — um investimento de US$ 8 milhões

Empresas “alugam” energia produzida na usina e recebem créditos da Copel, reduzindo suas contas em até 25%.

Projeto da usina fotovoltaica de Palmeira-PR.- Foto: FAAD Consultoria/Divulgação

Com pouco menos de 35 mil habitantes, a cidade de Palmeira, próxima a Ponta Grossa, no Paraná, terá a primeira usina fotovoltaica privada do Brasil a operar no modelo de Mini Geração Distribuída. Com a capacidade de gerar energia elétrica a partir da solar, o projeto é resultado de um consórcio entre empresas nacionais e internacionais, tocado pela curitibana FAAD Consultoria. A energia ali gerada será comercializada com empresas e indústrias paranaenses, distribuída pela Copel em regime de compensação. Leia mais…


Empresas adotam sistema de energia solar como prioridade

Muitas têm optado por essa forma mais econômica e sustentável.

Atualmente, a sustentabilidade corporativa é um dos pilares de instituições dos mais diversos segmentos. Um desses exemplos e que muitas empresas têm optado, é a migração da tradicional geração elétrica para a geração de energia solar, mais econômica e sustentável.

A Quantum Engenharia, empresa catarinense especialista em energia fotovoltaica, projetou e executou as instalações de 555 módulos solares para a Sociedade Cooperativa União Agrícola Canoinhas (Agrosem) que, com este investimento, pode ser considerada um exemplo dessa mudança constante de postura das empresas, cada vez mais atentas às práticas sustentáveis. Leia mais…


Cooperativa oferece crédito para equipamentos de energia solar

O Sicoob União está presente na 11ª Parecis SuperAgro, feira que vai até o dia 14 de abril em Campo Novo do Parecis (390 Km de Cuiabá). O objetivo é aproveitar a oportunidade – uma das maiores feiras agropecuárias do Brasil – e realizar negócios, atendendo antigos e novos cooperados.

Entre os produtos financeiros expostos, a cooperativa oferecerá linhas de crédito para a aquisição de equipamentos de energia fotovoltaica (energia solar). As fontes fotovoltaicas são as que mais crescem no mundo. Além de ser a mais “limpa”, a energia solar pode diminuir em quase 100% o saldo das faturas ao final do mês. Leia mais…


Projeto de cinema ao ar livre chega para difundir uso da energia solar

Projeto itinerante Cinesolar chega a Rio Preto e mais duas cidades da região para a exibição de curtas e longas-metragens e difusão do debate em torno da energia solar.

Uma das sessões ao ar livre realizadas pelo projeto

Cinema, sustentabilidade e acesso. Esses são os pilares do projeto Cinesolar, inovadora iniciativa brasileira de cinema itinerante que exibe filmes a partir da energia solar e que desembarca na região a partir desta terça-feira, 10. Tudo funciona a partir de uma van equipada com placas solares que possibilitam, através de um sistema conversor de energia solar para elétrica, a exibição de filmes e apresentações artísticas. No interior do veículo, há 100 assentos para o público, telão com metragem de 200 polegadas, sistema de projeção e som e até um estúdio de gravação. Leia mais…


Petrobras ainda resiste para investir em projetos renováveis

Enquanto grandes petroleiras globais diversificam o portfólio e apostam em fontes alternativas, a estatal brasileira segue priorizando exploração e produção de petróleo.

RICARDO CASARIN • SÃO PAULO

Contrariando a tendência global de grandes petroleiras, que estão fazendo investimentos significativos em fontes de energia renováveis, a Petrobras segue priorizando o petróleo em razão do momento econômico enfrentado pela companhia nos últimos anos.

“A nossa empresa é de energia, não de petróleo. Mas devido à crise, focamos no que somos melhores, que é a operação em águas profundas. Por questão de sobrevivência, tivemos que investir no que dá retorno”, declarou a gerente executiva de relacionamento com investidores da Petrobras, Isabela Rocha, em evento para acionistas em São Paulo, no final de março. Leia mais…


Apple diz que todas as suas instalações agora são alimentadas por energia limpa

A Apple nesta segunda-feira que atingiu o objetivo de alimentar todas as instalações da empresa com energia renovável, um marco que inclui todos os seus centros de processamento de dados, escritórios e lojas de varejo em 43 países.

A fabricante do iPhone também disse que nove fornecedores recentemente se comprometeram a administrar suas operações exclusivamente com fontes de energia renovável, como eólica e solar, elevando para 23 o total de parceiros que assumiram tal compromisso. Leia mais…


Energia renovável movimenta pesquisadores brasileiros

Pesquisadores de universidades brasileiras dedicam-se a projetos para tornar a matriz elétrica mais sustentável. A instalação de painéis fotovoltaicos sobre lagos e hidrelétricas é uma das alternativas em desenvolvimento.

(foto: Valdo Virgo/CB/D.A Press)

Da energia total gerada no Brasil, 6% vêm do Sol e dos ventos; e a previsão é de que, em 2040, essas fontes renováveis representem 43% da matriz energética. Nesse desafio de mexer nas estruturas reduzindo o uso de combustíveis fósseis — projeto traçado por outros países —, o trabalho de cientistas pode ocupar lugar estratégico. Espera-se das universidades e dos institutos, por exemplo, soluções para aproveitar os recursos com o máximo de eficiência e o mínimo de resíduos tóxicos.

Há iniciativas nesse sentido em universidades brasileiras. Entre os projetos estão a implantação de painéis fotovoltaicos flutuantes sobre lagos de hidrelétricas, o uso de uma usina solar para suprir até 8% do consumo de eletricidade em um câmpus universitário no semiárido nordestino e a construção de uma biorrefinaria que produzirá combustíveis ecológicos a partir de microalgas. Leia mais…


Criado grupo de trabalho para simplificar investimentos na energia solar

Foi criado um grupo de trabalho para simplificar os investimentos na produção de energia fotovoltaica. A ideia é reforçar o apoio aos investidores e a transparência da informação.

ESTELA SILVA/LUSA

O Ministério da Economia criou esta segunda-feira um grupo de trabalho para simplificar os investimentos na produção de energia solar fotovoltaica e produzir, ainda em abril, um relatório com propostas de atuação, segundo um diploma.

“A Task Force deve, no prazo de 15 dias, a contar da data da sua constituição [terça-feira, 10 de abril), apresentar, um relatório fundamentado com as propostas de atuação para a prossecução da sua missão”, afirma o secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches, no despacho publicado neste dia em Diário da República. Leia mais…


Energia solar torna ilhas independentes dos combustíveis fósseis

Nações e regiões localizadas em ilhas isoladas das massas continentais estão bastante dependentes de importações em termos energéticos, geralmente recorrendo a produtos derivados de petróleo, com grande impacto ambiental em áreas pequenas. Dependendo dos países, a opção para se tornarem energeticamente independentes pode estar em fontes maremotrizes, eólicas ou, neste caso, solares.

É o caso das Maldivas, que estão a apostar fortemente na energia solar, como forma de acabar com a dependência do país na importação de fuel Diesel, não só em termos energéticos mas também financeiros. É estimado que 12 minutos em cada hora de trabalho de um cidadão das Maldivas seja gasto a produzir o suficiente para comprar combustível. As Maldidas têm apenas 298 quilómetros quadrados acima do nível do mar, mas o arquipélago ocupa uma área de 90 mil quilómetros quadrados. Com pouco vento, baixa profundidade dos bancos de areia e baixa ondulação, o mar é uma base perfeita para a instalação de painéis solares. Leia mais…


Energia solar agregou mais capacidade de geração elétrica que combustíveis fósseis em 2017

O setor de energia solar dominou como nunca antes a nova capacidade de geração elétrica em 2017, informou relatório “Tendências globais no investimento em energias renováveis 2018”, publicado pela ONU Meio Ambiente nesta quinta-feira (5).

O campo de Zaatari, na Jordânia, fez a mudança para energia limpa no dia 13 de novembro, inaugurando a maior usina de energia solar já construída num campo de refugiados. Foto: ACNUR/Yousef Al Hariri

A energia solar atraiu muito mais investimento: 160,8 bilhões de dólares, ou seja, 18% mais na comparação com o ano anterior, e mais que qualquer outra tecnologia.

A força impulsionadora por trás da onda de investimento solar do ano passado foi a China, que agregou 53 GW — mais da metade do total — e investiu 86,5 bilhões de dólares, um aumento de 58% em relação ao ano anterior.

O setor de energia solar dominou como nunca antes a nova capacidade de geração elétrica em 2017, assim como os investimentos globais, informou relatório “Tendências globais no investimento em energias renováveis 2018“, publicado pela ONU Meio Ambiente nesta quinta-feira (5). Leia mais…


Empresas de SC apostam na energia solar para diminuir custos

Investimento nas placas ainda é alto, mas tende a se tornar bom negócio.

Placas de energia solar instaladas em prédio de empresa em Florianópolis (Foto: Reprodução/NSC TV)

A laje do prédio virou uma usina. Foram instaladas mais de 400 placas chamadas fotovoltaicas. Cada uma tem algumas dezenas de plaquinhas menores. Elas são feitas principalmente de silício, metal abundante no planeta.

Quando a luz do sol entra em contato com o silício, os elétrons começam a se mexer e surge uma corrente elétrica, a mesma que anda pelos postes de luz.

As placas fotovoltaicas conseguem produzir energia só com a luminosidade do sol que passa pelas nuvens. A produtividade delas fica em 40% em relação a quanto elas produziriam em um dia de tempo aberto. Leia mais…


Investimento em energia solar bate recorde em 2017, diz ONU

Com crescimento de 18%, a energia solar foi a fonte renovável que mais recebeu investimentos no mundo em 2017.

Energia solar: a China foi o país que mais investiu no setor, cerca de US$86,5 bilhões de dólares (Getty Images/Getty Images)

O investimento mundial em energia solar voltou a bater em 2017 um novo recorde, com US$ 160,8 bilhões, 18% mais que em qualquer outra energia (renovável, fóssil ou nuclear), e com a China à frente nesse terreno, segundo um relatório divulgado hoje pela ONU Meio Ambiente.

O relatório Tendências Globais de Investimento em Energia Renovável 2018, divulgado pela ONU Meio Ambiente junto com a Escola de Frankfurt e a Bloomberg New Energy Finance, explica que a energia solar forneceu 98 gigawatts (GW) em 2017, número maior do que a soma líquida das demais renováveis, fóssil e nuclear. Leia mais…


Fonte solar fotovoltaica surpreende em leilão de energia nova com forte redução de preço e liderança em volume contratado

Segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), resultado do LEN A-4 2018 confirma novo patamar de competitividade da fonte solar fotovoltaica no Brasil.

Com um forte deságio de 62,2% em relação ao preço inicial de R$ 312,00/MWh, atingindo um preço médio de venda de energia elétrica de R$ 118,07/MWh (equivalente a US$ 35,25/MWh), a fonte solar fotovoltaica surpreendeu positivamente no Leilão de Energia Nova (LEN A-4 de 2018), realizado ontem (04/18) pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), em São Paulo (SP). Leia mais…


Governo anuncia linha de crédito de R$ 3,2 bi para instalações fotovoltaicas

Recursos dos fundos constitucionais do Norte, Nordeste e Centro-Oeste poderão ser contratados por pessoas físicas e jurídicas em projetos de geração distribuída e centralizada.

O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, anunciou em cerimônia no Palácio do Planalto a criação de uma linha de crédito de R$ 3,2 bilhões para financiar a instalação de sistemas de geração solar fotovoltaica em projetos de geração distribuída e  de geração centralizada, nas áreas urbana e rural. Os recursos virão da carteira dos fundos constitucionais do Norte, do Nordeste e do Centro-Oeste e poderão ser usados por pessoas físicas e jurídicas. Leia mais…


Parada de ônibus climatizada vai contar com placas de energia solar

Espaço na Rua Tiradentes, com sinal de internet, tomadas e bebedouro, vai servir de modelo para outros terminais a serem instalados em breve.

Apelidado de superparada, o novo terminal de ônibus da Rua Tiradentes, em Santa Cruz do Sul, vai ser autossustentável. Com a presença do prefeito Telmo Kirst (Progressistas), teve início ontem a instalação de placas para captação de energia solar na cobertura da estrutura. Serão quatro placas, o que, segundo a Prefeitura, vão reduzir o consumo de energia elétrica em 70%. Prevista para ser inaugurada na segunda quinzena deste mês, a parada será envidraçada e climatizada e contará com iluminação, sinal de internet e bebedouro, além de tomadas de energia e acesso para cadeirantes. Leia mais…


Compra de painéis de energia solar para casas no DF terá financiamento da União

Linha de crédito é para moradores do Centro-Oeste, Norte e Nordeste. No Distrito Federal aquisição poderá ser feita com juro anual de 7,33%.

Placas fotovoltaicas em fase de instalação na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) (Foto: Krystine Carneiro/G1)

A compra e a instalação de painéis para a geração de energia solar – as chamadas placas fotovoltaicas – para residências nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste poderá ser financiada pelo governo federal. A medida foi anunciada nesta quarta-feira (4), durante uma reunião no Palácio do Planalto.

O investimento de quase R$ 3,2 bilhões para as três regiões será feito com apoio dos fundos constitucionais. A expectativa da União é chegar a 10 mil operações ainda em 2018. Para os moradores do DF – região Centro-Oeste – o financiamento terá juros de 7,33% ao ano, 24 meses de prazo e seis meses de carência. Leia mais…


Governo tem bilhões para geração caseira de energia, mas exclui Sul e Sudeste

Plano com R$ 3,2 bilhões para financiar placas fotovoltaicas, que será lançado nesta quarta (4), vale apenas para Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

O Ministério de Integração Nacional lança nesta quarta-feira (4) a principal iniciativa para difundir a microgeração de energia solar no Brasil até o momento. Trata-se da oferta de R$ 3,2 bilhões para financiar a instalação de placas fotovoltaicas em residências e estabelecimentos comerciais nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país. O que se espera é que com a facilitação do pagamento, cresça o número de pessoas que geram a própria energia, reduzindo em até 90% as despesas com energia elétrica. Leia mais…


Fotovoltaico mantém crescimento a nível mundial

A capacidade mundial instalada de energia solar fotovoltaica em 2017 subiu para 98,9 GW (Gigawatt), o que representa um aumento de mais de 29 % em relação a 2016. Os dados foram divulgados pela associação da indústria solar europeia SolarPower Europe, durante o SolarPower Summit, que decorreu entre os dias 14 e 15 de Março em Bruxelas, na Bélgica.

De acordo com o relatório divulgado, o mercado na Europa continua em franco crescimento, com um aumento 28,4 % face ao ano anterior (em 2016, a capacidade instalada atingiu os 6,7 GW, ao passo que, em 2017, chegou aos 8,6 GW). Leia mais…


Carro ‘movido a sol’ roda pelas ruas curitibanas

Veículo é ‘abastecido’ a partir de placas fotovoltaicas instaladas no seu teto.

(Foto: Franklin de Freitas)

Um carro movido a energia solar pode parecer uma ideia tão louca ou utópica quanto carros voadores (que povoaram a imaginação daqueles que acompanharam os Jetsons). Mas não é. E a OMS Engenharia está tratando de provar isso aos curitibanos com o seu “Carro Movido a Sol”, que desde a última sexta-feira circula pelas ruas da Capital, fazendo a fiscalização entre as obras da empresa. Leia mais…


Escolas públicas economizam energia e ajudam a preservar a natureza com placas solares no RS

Empresa investigada pelo Ministério Público em Rio Grande por contaminação do solo durante uma obra criou um projeto de compensação ambiental. Ideia da prefeitura é implantar o sistema nas outras 72 escolas do município.

Duas escolas de Rio Grande foram beneficiadas com placas solares (Foto: Reprodução/RBS TV)

Duas escolas de Rio Grande, no Sul do estado, estão economizando energia e ajudando a prezervar a natureza com o uso de placas solares. A partir desses dois exemplos, a prefeitura pretende implantar o sistema nas outras 72 escolas do município. O Rio Grande do Sul é o terceiro estado do país onde mais se usa energia solar.

A Escola de Educação Infantil Débora Sayão e a de Ensino Fundamental Eliézer Rios passaram a utilizar o sistema porque uma empresa investigada pelo Ministério Público por contaminação do solo durante uma obra, criou um projeto de compensação ambiental. O investimento foi de cerca de R$ 90 mil. Leia mais…


Solar, eólica e baterias formam trio imbatível contra combustíveis fósseis

Análise da Bloomberg New Energy Finance mostra que a redução dos custos das tecnologias verdes ofusca investimentos em carvão e gás.

(Sean Gallup/Getty Images)

Os tempos do carvão e do gás como fontes de energia atrativas para se investir, tanto pelo baixo custo quanto pela flexibilidade de responder às altas e baixas da demanda na rede, estão cada vez mais próximos do fim.

Segundo uma análise da Bloomberg New Energy Finance, o carvão e o gás enfrentam uma ameaça crescente a sua posição no mix mundial de geração de eletricidade, como resultado das “espetaculares” reduções nos custos das tecnologias de geração eólica solar e, principalmente, com a expansão do mercado de baterias para armazenamento de energia. Leia mais…


Captação de energia solar pode ser obrigatória em prédios da União

Recentemente uma determinação prevista em projeto aprovado na Comissão de Constituição e Justiça relatou que prédios públicos de uso da União, seja em construção, alugados ou em reforma, poderão ser obrigados a instalar sistemas de captação de energia solar e de captação, armazenamento e utilização de águas pluviais. O projeto ainda estabelece que no caso dos prédios existentes, esses sistemas deverão ser implantados assim que houver reforma da edificação. Leia mais…


Projeto brasiliense leva energia solar a comunidades quilombolas

A Pisco de Luz foi criada pelo empresário André Viegas, em 2017, beneficiando famílias da comunidade Kalunga, na Chapada dos Veadeiros.

Transformar a vida de quilombolas que ainda vivem sem energia elétrica. Esse é o objetivo do projeto Pisco de Luz que leva energia solar para as casas localizadas em áreas mais remotas da Chapada dos Veadeiros. A iniciativa começou a ser desenvolvida em julho do ano passado e já beneficiou até agora oito famílias da comunidade Kalunga, no município de Cavalcante (GO).

O sistema foi desenvolvido pelo empresário e morador de Brasília, André Viegas, que atua como voluntário nas comunidades. Os kits são montados de forma artesanal e custam cerca de R$ 735. Para expandir o projeto, eles criaram agora uma vaquinha virtual no site do Catarse para arrecadar mais recursos. A ideia, segundo ele, é montar e instalar em mais 100 casas. Leia mais…


Prefeitura busca economizar 10% na conta de luz com energia solar nas escolas

Projeto deve ser inaugurado até o fim deste ano e feito por meio de PPP. Seis empresas já estão interessadas.

TODOS OS PRÉDIOS da rede municipal de ensino devem utilizar energia solar CAMILA DE ALMEIDA

A Prefeitura de Fortaleza deve lançar, nesta semana, edital para escolher as empresas que farão estudo de viabilidade econômico-financeira para a Parceria Público-Privada (PPP) que será responsável pela geração de energia solar (fotovoltaica) nas escolas municipais. O projeto visa reduzir o valor da conta de energia das escolas, que atualmente custa cerca de R$ 11 milhões por ano aos cofres municipais. O montante representa 10% do que o Município gasta anualmente com luz elétrica, R$ 111 milhões. Leia mais…


Sol e nanopartículas transformam água salgada em potável

O Sol é uma fonte de energia que pode ser aproveitada em várias vertentes. Uma das últimas descobertas é que esta energia pode ajudar a converter água salgada num líquido potável. A descoberta foi realizada por um grupo de investigadores das universidades de Yale e Rice.

Quando pensamos na fonte de energia proveniente do Sol e juntamos a componente água, surge logo a questão da evaporação.

É precisamente com esse princípio que os investigadores das universidades de Yale e Rice estão a desenvolver este novo mecanismo de transformação e reaproveitamento dos recursos hídricos com elevado teor de sal. Leia mais…


Livro defende inovação para ampliar o uso de fonte solar

Limitações tecnológicas podem levar a beco sem saída, escreve autor.

Conjunto de painéis solares em deserto na Califórnia (EUA); autor defende mais verba governamental para pesquisa – Lucy Nicholson

Há algo de ligeiramente mágico na energia solar. A maioria dos métodos de geração de eletricidade recorre a equipamento rotativo, imãs e bobinas para induzir uma corrente. Os painéis solares geram eletricidade sem precisar de partes móveis.

Por décadas, parecia que a esotérica ciência do efeito fotovoltaico teria aplicação limitada para usos especializados, como acontece nos satélites. Mas os painéis solares atuais são um produto para o mercado de massa e estão se espalhando pelos telhados de lojas e casas e florescendo em grandes centrais de geração de energia. Leia mais…


Kits de energia solar serão instalados nas Comunidades Tradicionais de Ilhabela

Foram solicitadas placas para Castelhanos e comunidades que ainda não possuem o serviço. (Foto: Divulgação/PMI)

A Comunidade Tradicional Caiçara de Ilhabela Baía de Castelhanos será a primeira das comunidades a receber a instalação dos kits de energia solar.

Dentre as localidades que compõe a Baía de Castelhanos, a região conhecida como Canto do Ribeirão será a primeira beneficiada.

O projeto prevê a implantação de um sistema individual de energia elétrica, através de placas solares para as casas dos caiçaras e prédios das comunidades, como escolas e igrejas. Leia mais…


Tesla já começou a instalar telhas solares para produzir energia em casa

Já se passou algum tempo desde que tinham sido anunciadas, mas a Tesla finalmente começou a instalar as suas telhas solares, painéis que, por fora, parecem iguais a qualquer telha para revestir a cobertura de uma casa. E alguns clientes também aproveitaram para mostrar como é que as suas casas ficam, agora que são capazes de produzir a sua própria energia elétrica.

FOTOS Toblerhaus

A Tesla tem quatro modelos diferentes da telha solar, mas apenas dois, o liso e o texturado, estão prontos para serem fornecidos aos clientes, faltando as telhas de aspeto toscano ou ardósia. Nem todas as peças montadas têm células fotovoltaicas integradas, já que uma pessoa pode escolher quantas quer instalar com esta capacidade, e são indistintas das outras com função normal de cobertura do telhado. Leia mais…


Passagem de linha de transmissão de energia eólica por reserva ecológica gera polêmica

A Reserva Ecológica Verdes Pastos, com 122 equitares, localizado no Município de São Mamede, Sertão da Paraíba, que serve de refúgio para animais recuperados pelo IBAMA além de campo de estudos para alunos da UFCG  sofre a ameaça de ser “invadida” por torres de transmissão da empresa geradora de energia eólica em funcionamento no vizinho município de Santa Luzia.

As linhas de transmissão devem se estender de Santa Luzia até o Estado vizinho, Ceará, e será necessário passar por áreas rurais onde serão colocadas torres de energia e o caminho passa pela Reserva Ecológica Verdes Pastos. Leia mais…


Arábia Saudita e Softbank anunciam maior projeto de energia solar do mundo, de US$ 200 bilhões

Iniciativa deve ajudar a redefinir economia do país, hoje baseada no petróleo.

PAINEIS DE CAPTAÇÃO DE ENERGIA SOLAR (FOTO: CARLOS BARRIA/REUTERS)

A Arábia Saudita e o Softbank anunciaram nesta terça-feira (27/03) um projeto de energia solar de US$ 200 bilhões, o maior do mundo no setor até hoje. A iniciativa deve redefinir a economia do reino, dependente principalmente no petróleo. A expectativa é que o projeto gere 100 mil postos de trabalho, o que deve ajudar a reduzir a dependência do óleo.

O investimento será feito em parceria pelo banco japonês e pelo príncipe Mohammed bin Salman, parceiro no Fundo Vision Softbank, criado em 2016. O fundo já investiu em companhias nos Estados Unidos, na Índia e na Europa. Leia mais…


Fábrica Social inaugura sistema de energia solar

Placas fotovoltaicas foram instaladas pelos alunos da própria instituição. Expectativa é economizar 95% na conta de luz.

Sistema de produção de energia elétrica com o uso de placas fotovoltaicas foi inaugurado nesta terça-feira (28), na Fábrica Social. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

A Fábrica Social ganhou nesta quarta-feira (28) sistema de captação de energia solar formado por 18 placas fotovoltaicas. A substituição da energia elétrica deverá representar economia de 95% na conta de luz, que fica em média R$ 2,5 mil por mês.

O trabalho fez parte do curso de instalação e manutenção de placas fotovoltaicas da instituição. A capacidade instalada é de 4,5 quilowatts. Cento e trinta e quatro alunos se formaram hoje. Leia mais…