Alemães vão instalar fábrica de painéis solares em Blumenau

Investimento inicial é de R$ 50 milhões e produção deve começar em 2017.

Painel_Fabrica_Blumenau
Equipamento se firmou como alternativa limpa e econômica de produção de energia.

Em breve Blumenau vai ganhar uma fábrica de painéis fotovoltaicos, aqueles usados para geração de energia a partir da luz solar. A Aecogen Technologies S.A. tem como sócias majoritárias a Aecogen, empresa alemã com sede administrativa em Londres, e a Acera, corporação brasileira com donos alemães. A primeira tem operações na Itália, Turquia, Suíça e África, e a segunda tem parques eólicos em Natal (RN).

Em Blumenau, o CNPJ já foi emitido e agora os investidores buscam um galpão de no mínimo 5 mil metros quadrados para instalar as máquinas. Duas opções estão sendo avaliadas. A produção será totalmente automatizada com robôs fabricados na Suíça. Mesmo assim o empreendimento deve gerar cerca de 30 empregos.

O investimento estimado é de cerca de 15 milhões de dólares, ou pouco mais de R$ 50 milhões. O início das atividades está previsto para o primeiro trimestre de 2017. A empresa já conta com clientes corporativos para fornecer os módulos solares para gerar a própria energia nas fabricas deles.

A Acera se instalaria no Nordeste, mas foi convencida a mudar de planos graças a JPrayon & Partners Brasil, assessoria de Blumenau que também é sócia no projeto. Segundo o diretor, Jean Prayon, os parceiros avaliaram a qualificação da mão de obra, a proximidade dos portos e o incentivo do programa Santa Catarina Mais Energia, capitaneado pelo governo do Estado e Fiesc para atrair investimentos em energia renovável.

Fonte: Jornal de Santa Catarina