Austrália poderá duplicar energia solar em 2018

A Austrália não é conhecida por ser o país mais amigo do ambiente. Pelo contrário: é um dos principais produtores, consumidores e exportadores de carvão do mundo (33% das exportações mundiais são provenientes da Austrália). Cerca de três quartos do carvão minado são exportados e esta industria garante 126 biliões de dólares por ano à economia do país.

Porém, em simultâneo, a Austrália está a viver um autêntico boom de energia solar. Em Janeiro de 2018 as instalações de painéis solares em telhados subiram 69% em relação a Janeiro do ano transacto. Os especialistas indicam também que a produção geral de energia solar no país poderá duplicar em apenas um ano. Este aumento de consumo de energia solar tem sido consequência sobretudo através de pequenos consumos de painéis nos telhados. Porém, existem companhias privadas com planos de avançar a curto prazo com instalações à escala industrial.

Esta rápida transição para energias renováveis não é independente da situação geográfica da Austrália. Em primeiro lugar, obviamente, tem bastantes horas de sol ao seu dispor que podem ser aproveitadas e rentabilizadas pelos painéis. Em segundo lugar, é uma das zonas do planeta mais afectadas pelo efeitos negativos do aquecimento global. Aridez, ondas de calor e fogos florestais são problemas que se tem intensificados ao longo da última década e que tornaram a população da Austrália mais consciente em relação às questões ambientais.

Fonte: Mais Tecnologia