Carro ‘movido a sol’ roda pelas ruas curitibanas

Veículo é ‘abastecido’ a partir de placas fotovoltaicas instaladas no seu teto.

(Foto: Franklin de Freitas)

Um carro movido a energia solar pode parecer uma ideia tão louca ou utópica quanto carros voadores (que povoaram a imaginação daqueles que acompanharam os Jetsons). Mas não é. E a OMS Engenharia está tratando de provar isso aos curitibanos com o seu “Carro Movido a Sol”, que desde a última sexta-feira circula pelas ruas da Capital, fazendo a fiscalização entre as obras da empresa.

Por onde passa, o veículo amarelo rouba a atenção dos pedestres e motoristas. Acompanhado do dedo em riste e olhares curiosos, a pergunta “que carro é esse?” O Carro Movido a Sol é elétrico e foi adaptado para produzir energia fotovoltaica, com a instalação de placas solares no teto para geração dessa energia e aumento da autonomia da bateria.

“Esse modelo que a gente importou tem autonomia de 100 quilômetros com uma carga. Com a instalação do sistema fotovoltaico, ele rodará até 25% a mais com a mesma carga, chegando a fazer 125km”, explica Osmar Nascimento Costa, sócio da OMS Engenharia.

Para percorrer essa quilometragem, uma recarga de bateria custaria em torno de R$ 4,50 a R$ 5,00. Um valor bastante razoável, se considerarmos que um carro tradicional roda entre 10 e 15 quilômetros com um litro de gasolina, cujo valor já ultrapassa os R$ 4 em boa parte dos postos curitibanos.

Mas aí vem o pulo do gato: a OMS Engenharia possui um sistema de geração solar em seu telhado. E é a energia produzida por esse sistema que será utilizada para alimentar a bateria do carro movido a energia fotovoltaica da OMS. O custo de rodagem, com isso, será praticamente zero.

Fonte: Bem Paraná