Celesc distribui placas solares para pessoas eletrodependentes

A novidade promete reduzir a fatura dos consumidores que têm baixa renda e precisam do desconto.

(Foto: reprodução/NSC TV),

Em Santa Catarina são 2.200 pessoas eletrodependentes, ou seja, que precisam de aparelhos todos os dias, 24h, para sobreviver. Pensando nas dificuldades financeiras que algumas famílias passam, a Celesc está distribuindo placas solares para estes casos. As informações são da NSC TV.

Das 170 pessoas que ganham o benefício do desconto com a Tarifa Social – serviço oferecido a famílias de baixa renda – 145 vão ganhar as placas, que reduzem ainda mais os gastos. Com a novidade, há uma economia de 25% no custo que seria cobrado normalmente, o que diminui de R$ 30,00 a R$ 40,00 na fatura do consumidor.

Em entrevista à NSC TV, Sandro Levandoski, diretor de Distribuição da Celesc, explica que este novo sistema não vai deixar as pessoas autônomas do sistema de distribuição normal, já que a novidade depende das condições climáticas favoráveis para que haja uma geração adequada.

Raphaela, há 11 anos descobriu uma doença rara e vive com a ajuda dos aparelhos(Foto: Reprodução/NSC TV)

— As placas solares vão ser instaladas em alguma parte do terreno da residência, de forma que os raios solares que incidem nela otimizem o maior número de geração possível para a casa — explica Levandoski.

Segundo a Celesc, dentro de seis meses, todos os painéis estarão instalados. O projeto é piloto e a instituição não descarta a ampliação da ideia.

Fonte: NSC Total