CPFL instala placas solares para UTIs

CPFL Paulista investiu R$ 547 mil em um projeto de geração solar para clientes residenciais com UTI domiciliar.

CPFL realizou investimento para instalação de placas solares para quem tem UTI residencial na região

A CPFL Paulista, distribuidora do Grupo CPFL Energia que atende 4,3 milhões de clientes em 234 municípios do interior paulista, investiu R$ 547 mil em um projeto de geração solar para clientes residenciais com UTI domiciliar.

A iniciativa, que beneficiou 50 famílias da Região Metropolitana de Campinas, tem por objetivo contribuir para a redução da conta de luz destes consumidores críticos para a operação da rede de distribuição de energia elétrica.

Na RPT (Região do Polo Têxtil), 18 famílias foram beneficiadas – 5 em Americana, 1 em Hortolândia, 1 em Nova Odessa e 7 em Sumaré. As informações são da assessoria de imprensa da CPFL.

Segundo a distribuidora, os clientes beneficiados possuem em casa equipamentos elétricos para sobrevivência ou respiração artificial com necessidade de utilização ininterrupta.

“Devido ao tempo de utilização, esses equipamentos demandam um consumo elevado de energia elétrica, impactando no custo mensal desses clientes”, informou a CPFL. Financiado com recursos do Programa de Eficiência Energética da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), o projeto viabilizou a instalação de cinco módulos de placas solares em cada cliente, somando 250 painéis.

No total, esses projetos de geração solar possuem uma capacidade instalada de 1,27 kWp por residência. A expectativa é que a totalidade dos painéis produzam 7,5 mil KWh/mês de energia elétrica para atender as necessidades das 50 famílias, proporcionando uma produção aproximada de 150 kWh/mês para cada um dos clientes beneficiados.

Além da instalação das placas solares, possibilitando a geração de energia, o projeto também promoveu a substituição de sete lâmpadas ineficientes por modelos de LED.

Com as duas ações, a expectativa é de que o consumo de energia dos clientes tenha redução de até 40% por mês, com impacto no valor da conta de luz. “Com isso, a CPFL Paulista promove a geração sustentável de energia, o consumo eficiente e economia financeira, além de beneficiar clientes com UTIs domiciliares”, afirma o gerente de Eficiência Energética da CPFL Energia, Felipe Zaia.

Fonte: o Liberal