Cresce número de instalações de energia solar em Cachoeiro

Foram sete sistemas de energia solar instalados no município em 2017 e, neste ano, já foram 20.

Moradora conseguiu zerar gasto de energia

Há três meses, a arquiteta Samira Siman resolveu investir R$ 30 mil para poder fazer do sol a fonte de energia da casa em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado. Apesar do alto valor do equipamento, assim como ela, outros moradores estão apostando na energia solar. Foram sete sistemas de energia solar instalados no município em 2017 e, neste ano, já foram 20.

Com as placas que captam a radiação solar, Samira conseguiu zerar a conta de energia, que antes pagava R$ 400,00. “Desde a concepção do projeto. Já sabia que faria a instalação. Além do impacto financeiro, tem o ambiental, que a gente mantém a energia limpa”, conta a arquiteta.

E o mercado cresce. Segundo o empresário que instala o equipamento em Cachoeiro, Franthesco da Cunha, a procura quase triplicou. “Os clientes estão entendendo que o sistema é a maior fonte de economia e rendimento que pode ter. Esse modelo veio para ficar”, comenta o empresário.

Para o setor crescer ainda mais, o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) mantém desde 2015 uma linha de financiamento para energia verde. São mais de R$ 6,6 milhões financiados. A grande parte, em energia solar. “Tem uma linha de crédito para poder prover esse benefício tanto para pessoa física, tando para jurídica, e cremos que isso vai estimular o aumento oda produção de energia solar”, afirma a coordenadora de engenharia Laureanny Madeira.

Processo

O investimento na instalação das placas ainda é alto. O sistema, mais o projeto, a execução e o equipamento fica a partir de R$ 7 mil. A economia mensal é de até 90% na fatura de energia.

Para o sistema estar conectado e funcionando é necessário um projeto elétrico fotovoltaico, aprovado pela concessionaria de energia. A partir disso, já pode entrar em operação. Os aparelhos precisam ser certificados pelo Inmetro.

O sistema tem uma vida útil de 25 anos. Depois, precisa passar por uma revisão, para fazer substituição de alguma peça, se necessário. O telefone para mais informações no Bandes é o 0800 283 4202.

Fonte: Gazeta