Egito vai inaugurar em breve a maior fazenda de energia solar do mundo

Fotografia aérea do local em construção

Apesar de ser um produtor de combustível fóssil, e de historicamente depender quase que totalmente de tais fontes poluentes de energia, o Egito decidiu recentemente por uma guinada radical em tal preocupante realidade. Diante da confirmação de que sua capital, Cairo, é a segunda cidade grande mais poluída do mundo, o governo egípcio começou recentemente a construção da maior fazenda de energia solar do mundo. A ideia é que o Benban Complex possa alimentar centenas de milhares de residências e locais comerciais.

Localizado a 400 quilômetros de Cairo, o projeto custará 2,8 bilhões de dólares como parte de uma medida ainda maior por parte do governo do país, de migrar pelo menos 42% do consumo de energia do Egito para fontes renováveis. As 30 usinas solares do Benban Complex serão operadas por cerca de 4 mil trabalhadores, e será capaz de gerar até 1,8 gigawatts de eletricidade.

O presidente egípcio Abdel Fattah Sisi vem trabalhando para mudar a poluente realidade do país, que consome atualmente quase 90% de sua energia de combustíveis fósseis. Para isso, o governo vem incentivando outros projetos, como fazendas de energia eólica, e se valendo da ajuda de outros países para treinar profissionais e desenvolver o ensino de energia solar e eólica em escolas técnicas. Se o glorioso passado egípcio é ainda hoje admirado em espanto pelo mundo, quem sabe em tal campo seu presente também não venha a se tornar em breve também uma realidade a se admirar.

Fonte: Hypeness