Em 2019, Brasil deve aumentar capacidade de gerar energia solar em 44%

Com o aumento do uso da energia, Brasil deve gerar investimentos de cerca de R$ 5,2 bilhões.

O aumento do uso da energia deve gerar investimentos de cerca de R$ 5,2 bilhões – Foto: Fotos Públicas/Imagem ilustrativa

Até o final deste ano, o Brasil terá um aumento de 44% na capacidade instalada de energia solar. A estimativa é da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar). O aumento do uso da energia deve gerar investimentos de cerca de R$ 5,2 bilhões, ainda segundo avaliação da Absolar.

A energia eólica é um tipo de energia limpa e renovável, que não emite poluentes, nem se esgota na natureza. Ela é obtida através do vento, que é captado por hélices ligadas a geradores.

O armazenamento desse tipo de energia, no entanto, é um dos grandes desafios no crescimento das energias renováveis liderado pelos parques eólicos e solares. Baterias capazes de estocar a energia são apontadas como a grande solução para este cenário.

Para quem pensa que a ideia faz parte de um futuro distante, está muito enganado. No Agreste pernambucano, mais precisamente na cidade de Belo Jardim, já podem ser “encomendados” conjuntos de baterias modulares que armazenam até 150 megawatts de energia.

Segundo o diretor comercial de baterias industriais e armazenamento de energia do Grupo Moura, Luiz Mello, as baterias disponibilizadas pela empresa podem ser usadas acopladas com parques eólicos, fotovoltaicos ou até substituir os geradores a diesel.

Por enquanto, os clientes que procuram a solução são empresas que querem substituir o gerador a diesel, usado principalmente no horário de pico, das 17h às 20h, quando a energia é mais cara.

Pelos cálculos da empresa, o uso do sistema de baterias pode representar redução que varia entre 50% e 100% nas despesas com o consumo de energia no horário da ponta.

Fonte: Rádio Jornal