Embaixada da Suíça inaugura instalação fotovoltaica em Brasília

A inauguração acontecerá amanhã (3) e é uma das maiores instalações de placas solares da cidade.

Painel solar da Embaixada da Suíça.

A Embaixada da Suíça inaugura, nesta quinta-feira (3 de agosto), uma das maiores instalações fotovoltaicas particulares da cidade.

Ao todo, serão 700 m² de placas solares capazes de gerar mais de 100 kWp – energia limpa e suficiente para abastecer os três prédios onde está localizada a representação diplomática e ainda mais duas casas no Lago Sul. Na inauguração, haverá exibição de filme sobre o “Solar Impulse”, avião movido à energia do sol – um exemplo da inovação e da alta tecnologia suíça e uma exposição com fotografias da instalação e de projetos suíços que são referência na área.

O metrô-DF também está de olho nesse tipo de iniciativa e terá a primeira estação da América Latina funcionando com energia solar.

Será a quarta do mundo. O GDF já recebeu as placas e a estação funcionará a partir de setembro. A energia, além de abastecer a estação, será repassada para o sistema. Segundo dados do estudo Potencial da Energia Solar Fotovoltaica de Brasília, desenvolvido pela WWF-Brasil, em parceria com a Universidade de Brasília (UnB) e divulgado em novembro de 2016, uma das principais potencialidades do Distrito Federal é a energia solar. Usando apenas 0,41% da área correspondente ao território do Distrito Federal, seria possível gerar energia elétrica para toda a população.

Fonte: Correio Braziliense