Energia solar como modelo para escolas

Sugestão foi apresentada pelo presidente da ALE, após conhecer laboratório da USP.

Maurão visitou o laboratório de energia solar da Universidade de São Paulo

O projeto de energia solar, que deverá ser implantado no novo prédio do Legislativo Estadual, poderá servir como modelo para as mais de 400 escolas estaduais de Rondônia. A sugestão foi apresentada pelo presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB), justificando que com isso os gastos com energia poderão ser redusidos em cerca de R$ 20 milhões ao ano.

“Estamos em fase de estudos para a implantação desse sistema de captação de energia, que é mais barato, gera energia limpa e contribui com o meio ambiente. É um desafio, pois se trata de um projeto amplo e inovador, mas que pode ser o precursor de um novo modelo que queremos ver implantado nas escolas estaduais e, quem sabe, nos demais prédios públicos”, disse Maurão.

São Paulo

O parlamentar esteve em São Paulo na semana passada, quando visitou o Laboratório de Sistemas Fotovoltaicos do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo, (LSF-IEE/USP), que funciona desde 1995. Lá, foi recebido pelo professor e pesquisador Aurélio Souza, que apresentou toda a estrutura de funcionamento do projeto, com detalhes sobre custos e de redução de gastos com energia elétrica.

Ainda na semana passada Maurão trouxe o pesquisador para conhecer a estrutura do novo prédio da Casa de Leis rondoniense, dando início aos estudos de viabilidade para a implantação do sistema de captação de energia solar. Além de gerar energia solar a partir de placas instaladas no estacionamento, o pesquisador mostrou a possibilidade de um telhado também servir de base para captação fotovoltaica.

Fonte: Diário da Amazônia