Energia solar consegue reduzir em até 90% a conta de energia

O público residencial percebeu que a economia gerada por essa matriz energética pode chegar a 95% no valor da conta de luz (Foto: Pixabay)

A Energia Solar vem despontando nos últimos anos como uma alternativa eficaz para quem procura reduzir ao máximo o valor da conta de energia. Embora seu custo de implementação ainda seja alto, a procura por essa fonte de energia vem atraindo novos públicos. Se antes só grandes estabelecimentos comerciais demostravam interesse em implementar um sistema solar de energia, atualmente o público residencial percebeu que a economia gerada por essa matriz energética pode chegar a 90% no valor da conta de luz.

Segundo o diretor comercial de uma empresa especializada em Energia Solar, Sérgio Bomfim, antes da implementação de um sistema solar de energia é preciso que ocorra um estudo de caso para avaliar as condições de cada família. “A energia solar é um sistema viável para pessoas que pagam acima de R$180 mensais de conta de energia elétrica”, destaca. Ainda segundo ele, é feito um estudo prévio de radiação solar no entorno da localidade para medir as condições de intensidade da luz do sol.

Sérgio destaca que esse estudo é importante pois visa adequar o consumo das famílias ao sistema de energia solar que será implementado. “A partir da análise, nós iremos identificar, por exemplo, qual o tipo de painel e inversores que poderão atender as necessidades de uma determinada residência”, pontua.

Custo-Benefício

Sérgio cita como exemplo um cliente que pagava aproximadamente R$ 430 reais mensais de energia. De acordo com ele, após as análises iniciais, foi implementado o sistema de energia solar ao custo total de R$ 18 mil. “Esse valor se refere a realidade desse cliente. Pode variar para mais ou para menos. Isso vai depender do consumo da família”, relata. Ainda de acordo com ele, a diminuição do valor da conta de energia foi imediata. “De R$ 450 reais mensais, o cliente começou a pagar R$ 40. Esse total é composto de R$ 28 de taxa mínima de energia mais R$ 12 de contribuição de iluminação pública”, completa.

Sustentabilidade

Apesar do alto investimento, ele destaca a durabilidade dos painéis de energia e de todo o equipamento do sistema de energia solar. “As placas tem uma duração de 25 anos ou até mais. É um investimento que tem impacto imediato”, avalia. Sérgio explica também que o uso da energia solar também tem uma importante perspectiva sustentável. “Quando se incentiva o uso de energias renováveis há o desafogamento dessa atual matriz enérgica e com isso ocorre um impacto positivo na rede elétrica nacional como um todo e também contribui para a sustentabilidade”, diz.

De olho nessa questão sustentável, Sérgio informa que há ainda bancos que costumam financiar projetos desse nível a fim de incentivar o consumo consciente de novas matrizes energéticas. “Há algumas instituições financeiras que têm uma linha de crédito especial para aquisição de todo o aparato para implementação da energia solar”, diz. “Além disso, o governo também tem contribuindo com esse tema. Pois há a isenção de impostos para equipamentos solares”, acrescenta.

Fonte: Infonet