Energia solar é protagonista da transição energética no Brasil

Fonte fotovoltaica é responsável por mais de 99,6% de todos os sistemas na modalidade de geração distribuída no País

A transição energética global tem mudado a forma de gerar e consumir energia, com profundas transformações no setor elétrico e implicações políticas, econômicas e sociais para a humanidade. Embora a matriz elétrica brasileira seja predominantemente renovável, com forte base hidrelétrica, a ampliação da capacidade de geração se dará com importante contribuição da fonte eólica e, em especial, da fonte solar fotovoltaica.

No Brasil, dadas as condições favoráveis de mercado e o excelente recurso solar disponível em todas as regiões do País, a fonte solar fotovoltaica é responsável por mais de 99,6% de todos os sistemas na modalidade de geração distribuída (GD). A GD já proporciona dezenas de milhares de empregos no Brasil, e o avanço de novas tecnologias, como o armazenamento de energia elétrica, poderá ser um importante catalizador para novas oportunidades.

Nesse sentido, a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) tem trabalhado intensamente para catalisar este processo de transição energética, construindo uma visão de forte protagonismo para a geração de eletricidade a partir do sol, junto aos consumidores e em grandes projetos.

Um dos desafios no Brasil é a criação de um marco legal e regulatório que incentive o desenvolvimento da matriz elétrica nacional de forma a entregar mais valor agregado ao consumidor final. Para isso, é necessária a estruturação de regras claras, previsíveis e sólidas que proporcionem os sinais econômicos adequados para incentivar a incorporação destas novas tecnologias e a atração de investimentos privados ao País.

No âmbito tecnológico, a combinação entre digitalização e descentralização tem incentivado a criação de novos modelos de negócio e um significativo reposicionamento dos empreendedores e de suas estratégias de crescimento.

A digitalização juntamente com o crescente empoderamento do consumidor requer a criação de negócios competitivos na captação de clientes e na prestação de serviços a um custo cada vez mais acessível. Neste sentido, a tecnologia de informação, Big Data e outras tecnologias baseadas na Internet e inteligência artificial terão destaque.

Fonte: Portal Solar