Estudantes criam tenda de campanha com energia solar para moradores de rua

A instalação de tecnologia solar em miniatura em uma tenda móvel é uma proposta de 12 alunas latinas da escola em Los Angeles.

painel-de-energia-solar
Tenda terá iluminação em LED e raios UV que evita a proliferação de bactérias Reprodução Instragram @eurekafest

Los Angeles – Com a ajuda financeira do prestigiado Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), um grupo de estudantes residentes na Califórnia (EUA) está criando uma tenda de campanha dotada de energia solar para satisfazer as necessidades elétricas de pessoas sem-teto.

“Nossa tenda de campanha é feita com materiais especiais, onde vamos ter painéis solares, vamos ter luzes de LED, para que a pessoa possa ver dentro quando estiver escuro, também vamos ter o fator para limpar a casa que são as luzes UV (Ultra Violeta) que matam as bactérias”, disse Kenia Shi, estudante do último ano do ensino médio.

A instalação de tecnologia solar em miniatura em uma tenda móvel é uma proposta de 12 alunas latinas da escola San Fernando “Magnet”, no condado de Los Angeles, com a qual ganharam uma bolsa de US$ 10 mil por parte da organização “Lemelson InveTeam” da escola de engenharia do MIT.

“Quando fomos introduzidas no programa, nos disseram que tínhamos a oportunidade de fazer uma invenção que podia mudar alguma coisa em nossa comunidade, de todas as ideias que tivemos, criar uma tenda de campanha com energia (solar) era a melhor”, lembrou Shi.

Filha de imigrantes de Santa Tecla (El Salvador), Shi estuda engenharia mecânica na Universidade de Califórnia (UC) San Diego. As estatísticas de 2016 do escritório da Autoridade de Serviços para Desamparados de Los Angeles (LAHSA) indicam que no condado há 43 mil pessoas que vivem em refúgios ou em barracas nas ruas.

O resultado anual, que não inclui os números de Pasadena, Glendale e Long Beach, detalha que 39% da população desamparada é afrodescendente, 27% é latina e 26% branca. Araceli Chávez, filha de imigrantes de Michoacán (México), disse que “é muito lindo” poder ajudar pessoas que “muitas vezes o governo mesmo ignora”.

A solução das estudantes é um pequeno painel solar e um foco que possui um acumulador de energia, transferível a outros aparelhos, entre outras inovações. “Nosso desejo é que na ‘EurekaFest’ alguém demonstre interesse em financiar a produção e distribuição do produto para todo o país”, contou uma das alunas, qu afirmou ter sido inspirada pelos meninos em situação de pobreza extrema que necessitam de luz para fazer tarefas escolares.

*Com informações da EFE

Fonte: O Dia – iG