Geração “caseira” de energia solar cresce graças à conscientização dos consumidores sobre questões socioambientais

Para microgerador do interior de São Paulo, práticas sustentáveis cotidianas garantem maior autonomia de consumo à sociedade.

Vem crescendo o número de consumidores que optam por gerar a própria energia por meio de fontes limpas, como a energia solar fotovoltaica, por exemplo. De acordo com dados da Agência Nacional de Energia Elétrica Aneel), o país conta, atualmente, com mais de 17.000 unidades, totalizando uma potência superior a 145 MW. Segundo estudo da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), este número vem crescendo acentuadamente nos últimos dois anos, graças à redução de cerca de 50% no preço dos geradores solares fotovoltaicos e dos aumentos das tarifas de energia elétrica, além de uma maior responsabilidade e conscientização dos consumidores em relação às questões socioambientais.

Esta última foi a grande motivação de Saverio Gagliardi, médico, 59 anos, em instalar um sistema de energia solar fotovoltaica que conta com oito painéis e potência total de 2,20 kWp, o suficiente para o consumo da residência onde mora com sua esposa e filha, no interior de São Paulo. A família do proprietário sempre se preocupou com o uso consciente da energia elétrica: “decidir gerar nossa própria energia, por meio de uma fonte limpa e inesgotável, nos possibilitou total liberdade na utilização”, afirma.

O proprietário acredita que para garantir a manutenção dos recursos naturais deve haver mudanças nas práticas cotidianas. Ele e sua família, além de produzir energia por meio do sol, também fazem a coleta seletiva do lixo e cultivam uma horta. Depois da energia solar, a permacultura – que é basicamente o planejamento para a criação de ambientes sustentáveis e produtivos em equilíbrio com a natureza – é outro sistema no qual Gagliardi acredita e considera importantíssimo para maior autonomia da sociedade em relação ao consumo e à preservação do meio ambiente.

Segundo Raphael Pintão, sócio-diretor da NeoSolar, empresa responsável pelo planejamento e instalação do sistema da residência, é possível e simples transformar o consumo de energia dentro de casa. O sistema de energia solar fotovoltaica é de rápida instalação e seus benefícios são imediatos, com a economia na conta de luz e a valorização do imóvel, além da contribuição na redução das emissões de CO2. Segundo ele, esta não é uma realidade tão distante como os consumidores imaginam, basta pesquisar e agir em prol disso. “Nosso objetivo como empresa especializada é influenciar e apoiar tecnicamente os consumidores que desejam adotar práticas de consumo consciente, como o Gagliardi, lhes proporcionando um estilo de vida que cause menos impacto ambiental”, ressalta o sócio-diretor.

Sobre a NeoSolar Energia:

A NeoSolar Energia atua há sete anos no mercado energético, oferecendo consultoria, comercialização e instalação de produtos que viabilizam a produção e o consumo de energia solar fotovoltaica.

Atualmente, a NeoSolar está presente nos principais projetos de energia solar fotovoltaica do país, sejam eles para geração residencial ou comercial, e foi a primeira empresa a instalar um sistema de energia solar conectado à rede elétrica no Estado de São Paulo.

A Neosolar é uma das maiores fomentadoras do mercado fotovoltaico no Brasil e já capacitou mais de 1.500 profissionais com uma vasta grade de cursos ministrados em sua sede de São Paulo.

Saiba mais sobre a NeoSolar Energia.

Fonte: segs