Jinergy anuncia progressos na produção em massa de módulos solares PERC e HJT

A Jinneng Clean Energy Technology Ltd. (Jinergy) anunciou progressos na produção em massa de módulos solares monocristalinos PERC e módulos solares HJT, no terceiro Fórum de Desenvolvimento da Jinergy (JDF – Jinergy Developer Forum – 2017), promovido pela Jinergy durante a Exposição de Energia Fotovoltaica de 2018 da SNEC (SNEC 2018 PV Power Expo).

O desempenho e qualidade dos módulos solares PERC (Passivated Emitter and Rear Cell) da Jinergy permanecem em alto nível por adotar tecnologia avançada de ALD, aplicando fabricação inteligente e SPC (Statistical Process Control) on-line. No momento, o rendimento dos módulos solares PERC de 72 células e 365W da Jinergy respondem por mais de 80%, com a LID abaixo de 1,5% no primeiro ano. E a taxa de saída de módulos de alta potência continuará a crescer no futuro. A primeira usina solar em escala de companhia de eletricidade em Whyalla, Austrália do Sul, é um dos muitos projetos que usam os módulos solares PERC da Jinergy. O projeto deve gerar 10 GWh de eletricidade por ano.

Com a taxa média de conversão de até 21,8% e o aumento de 7% no rendimento de energia por metro quadrado, os módulos solares PERC da Jinergy reduzem o custo do sistema por watt e garantem o retorno de investimento (ROI) estável esperado aos investidores. De acordo com o Dr. Yang, à medida que a reestruturação energética e a redução da FiT estão se acelerando, o HJT é a solução ideal para reduzir efetivamente o custo nivelado da eletricidade (LCOE – levelized cost of electricity), o padrão amplamente usado para avaliar os investimentos em usinas de energia fotovoltaica (PV).

A Jinergy é a primeira fabricante de PV a viabilizar a produção em massa de módulos solares HJT na China Continental. Atualmente, a eficiência média de produção em massa de células HJT excede 23,27% e deverá atingir 24% até o final de 2018. Devido ao projeto bifacial, a geração de energia dos módulos HJT da Jinergy podem ser aumentados de 10% a 30% em aplicações diferentes, tais como pastos, pisos de concreto, campos de neve e roupas refletivas. A capacidade geral de geração dos módulos HJT da Jinergy é 44% maior do que a de módulos regulares. A Jinergy é também a primeira empresa fotovoltaica a receber a certificação sob o novo padrão da Comissão Eletrotécnica Internacional (IEC – International Electrotechnical Commission), que aumentou as exigências sobre o projeto e produção do módulo fotovoltaico. A capacidade de produção de célula HJT e da base de fabricação de módulos da Jinergy irá expandir para a escala GW e o custo vai cair, resultando em grande avanço em termos de LCOE.

Fonte: Exame