Nova Célula solar fotovoltaica consegue converter 41% da luz em energia

Célula solar fotovoltaica estabelece novo recorde de eficiência, uma nova célula solar de elevada concentração é capaz de converter mais de 41% da luz captada em eletricidade.

Esta também é conhecida por CPV (Concentrator Photovoltaics), sendo caraterizada por utilizar lentes, espelhos curvados e outro tipo de óticas para concentrar a radiação solar nas células fotovoltaicas com o objetivo de gerar eletricidade.

Foi com esta tecnologia que recentemente se alcançou o recorde de eficiência de conversão de luz solar em eletricidade.

Qual a tecnologia da nova célula solar fotovoltaica?

Esta tecnologia tem por base células solares de multiunião, bem como a interação perfeita entre a célula fotovoltaica e a ótica do módulo. A eficiência alcançada foi de 41,4%, sendo que foi o valor mais elevado jamais medido num painel fotovoltaico!

ESTE RECORDE FOI REGISTADO NO PROJETO CPVMATCH, QUE É FINANCIADO PELA UNIÃO EUROPEIA, ONDE PARTICIPARAM VÁRIOS CONSÓRCIOS DE VÁRIAS EMPRESAS E INSTITUIÇÕES DE INVESTIGAÇÃO!

Este tipo de sistemas fotovoltaicos de elevada concentração (HCPV) garantem eletricidade renovável com a maior eficiência de conversão e por isso, um baixo uso de recursos, especialmente em regiões com elevada irradiação solar direta.

Essa irradiação solar direta faz com que ao se usar lentes e concentradores se possa gerar eletricidade usando células fotovoltaicas mais pequenas, esperando-se que no futuro este tipo de tecnologia possa baixar o custo dos painéis, bem como a diminuição do uso de recursos.

Esta tecnologia usa células solares de união múltipla, constituídas por semicondutores compostos. Pois desta forma as células solares têm várias subcélulas sobrepostas, umas sobre as outras, convertendo a irradiação solar de modo mais eficiente! Cada uma dessas subcélulas absorve melhor um determinado espetro de radiação, aumentando ainda mais a eficiência.

Mais, as lentes óticas concentram a luz solar nas células solares mais pequenas. E para terminar a maximização da eficiência, os painéis fotovoltaicos são montados sobre um sistema de dois eixos que seguem a trajetória do sol durante o dia.

Sustentabilidade a longo prazo é o objetivo

As equipas a desenvolverem esta tecnologia de maximização da eficiência das células solares pretendem a curto prazo a implementação industrial dos painéis fotovoltaicos de elevada concentração, para reduzir a lacuna entre os resultados da investigação e da produção industrial.

Andreas Bett, diretor do instituto de Fraunhofer ISE diz “A energia fotovoltaica está no seu auge em todo o mundo, e vemos um grande potencial para esta tecnologia de particularmente eficiente. Pois diminui significativamente o uso de recursos para converter a energia solar por unidade de área e por isso contribui para uma maior sustentabilidade”.

Fonte: Portal Energia