Novo telhado da Catedral de Notre-Dame poderá gerar energia solar

Projeto prevê ainda um jardim para a plantação de frutas e vegetais

Um projeto para a reconstrução de parte da Catedral de Notre-Dame, em Paris, que sofreu um incêndio em abril deste ano, tem ganhado cada vez mais notoriedade. Elaborado pelo renomado arquiteto belga Vincent Callebaut, cuja proposta é mais ecológica, o esboço prevê um telhado que armazene energia solar capaz de abastecer não somente a catedral, mas também compartilhar a energia excedente com prédios vizinhos.

Esta nova proposta de Callebaut apresenta uma estrutura de madeira coberta com vidros de cristais facetados e tridimensionais, em forma de diamante. Estes cristais possuem uma camada ativa orgânica, composta de carbono, hidrogênio, nitrogênio e oxigênio, que absorve a luz e a transforma em energia.

Para este projeto, o arquiteto incluiu também a construção de um jardim, que deverá servir não somente esteticamente, mas também como forma de alimentação compartilhada. ‘’Penso que deveria ser cultivado por voluntários e associações de caridade para ajudar os parisienses mais carentes e sem lar. Acredito que até 21 toneladas de frutas e vegetais poderiam ser produzidas e colhidas neste local, através dos sistemas de permacultura e hidroponia, e diretamente redistribuídas gratuitamente a cada ano”, disse Callebaut à imprensa local.

O arquiteto defende um projeto com engenharia ecológica para a Catedral de Notre-Dame que una economia circular, energias renováveis, inovação social inclusiva, agricultura urbana e proteção da biodiversidade, sem esquecer a beleza e a elevação espiritual. “Nossa proposta de design se alimenta de tais valores para proporcionar um significado profundo e consciente”, afirmou.

Vale lembrar que este projeto faz parte da competição criada pelo primeiro ministro francês, Édouard Philippe, que anunciou, dois dias depois da tragédia do incêndio, que será realizada uma concorrência internacional para definir um projeto de reconstrução

Fonte: Portal Solar