Panasonic prepara-se para começar a produzir células e módulos solares para a Tesla

A Tesla tem estado debaixo de fogo nos últimos dias, primeiro com as referências e criticas ao modelo de negócio, depois devido ao facto de este modelo de negócio estar a levar a problemas na produção de baterias devido à grande procura (para conseguir entregar o Model 3), o que poderá levar também a uma exploração demasiado rápida e pouco cuidada das reservas de lítio. Mas agora parece que chegou a altura de boas notícias.

A fábrica de células e módulos solares da SolarCity localizada em Buffalo, agora renomeada de Tesla Gigafactory 2 após a aquisição, tem sofrido inúmeros atrasos, mas parece que finalmente o projecto vai arrancar. Com a Tesla a trazer a Panasonic para assumir alguns dos esforços na produção, a fábrica parece que se encontra agora a “mexer” mais.

A prova disso, é que a gigante japonesa já confirmou que está à procura de empregar mais 300 trabalhadores até ao final do ano, de forma a mudar a produção de células solares. É que até agora, a Panasonic produzia os módulos solares através de células importadas, mas agora já serão capazes de produzir as suas próprias células.

Este esforço da Panasonic deverá também levar a Tesla a mover a produção do telhado solar para essa fábrica. Já durante o mês passado a Tesla tinha dito que deveria mudar a produção da sua fábrica piloto em Fremont para a Gigafactory 2 durante o quarto trimestre deste ano, que acaba já este mês.

Já existem alguns telhados da Tesla montados, mas tal como no caso dos Model 3, estes são apenas para alguns funcionários ainda, uma política que se compreende numa empresa que tem vindo a apresentar vários produtos inovadores ao longo do tempo. Esta é uma forma de ter primeiro um produto testado antes de o entregar no mercado.

A produção em volume deverá começar já durante o próximo ano, mesmo assim já será fora do prazo estipulado, algo normal para a empresa Americana. É que a Tesla começou a receber pré-reservas com pagamento de $1000 em Maio deste ano, sendo que as entregas deveriam ser feitas nas primeiras semanas de 2018, algo que já não irá acontecer.

Fonte: Tekgenius