Primeiras usinas de energia solar já empregam 1.500 trabalhadores

Um levantamento feito pela Prefeitura de São João do Piauí (476 km de Teresina) aponta que a implantação das usinas de energia solar no município e no município de Ribeira do Piauí já está empregando 1.500 trabalhadores.

A secretária municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania de São João do Piauí, Viviane Moura, declarou que a implantação das usinas de energia solar estão na fase de limpeza e desmatamento das áreas em que vão implantar as placas solares.

Segundo ela, estão empregados trabalhadores de São João do Piauí, além da presença de funcionários das empresas de fora que estão implantando as usinas, como as da empresa italiana Enel Green Power, os hotéis estão lotados e aumentou a demanda por serviços de restaurantes e produção de alimentos.

A empresa Sertão Solar Energia (SPE) recebeu, na sexta-feira, da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semar), a Licença de Instalação para a implantação de três usinas de energia fotovoltaica, a usina Sertão I, a usina Sobral I e a usina Sobral II, em São João do Piauí.

O prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos, declarou que muitos turistas, cerca de 30 mil, que participarão do 6º Festival da Uva, que será realizado nos dias 11, 12 e 13 de outubro, vão se hospedar em casas de famílias e em municípios vizinhos como Canto do Buriti, Simplício Mendes, São Raimundo Nonato e Coronel José Dias.

“São João do Piauí tem hoje várias empresas instaladas e mão de obra qualificada, que veio de fora, e está ocupando as acomodações e hospedagens de São João do Piauí, mas nós estamos fazendo parcerias com as famílias para fazer hospedagem solidária e temos o entorno das cidades vizinhas, que têm acesso rápido e fácil, para que os visitantes possam se hospedar em Simplício Mendes, Canto do Buriti, São Raimundo Nonato e Coronel José Dias”, falou Gil Carlos.

Fonte: Jornal Meio Norte