Produção de energia renovável criará mais de 24 milhões de empregos no mundo segundo OIT

Energia Eólica e Biomassa são as que mais empregarão segundo relatório.

Um relatório desenvolvido pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) e intitulado como “As Perspectivas Sociais e de Emprego no Mundo 2018” destaca que a produção de energia renovável será um dos setores que gerará mais postos de trabalho no decorrer dos próximos anos.

A expectativa é que mais de 24 milhões de novos empregos surjam na área até 2030. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) é considerado emprego verde toda ocupação que tente reduzir os impactos causados ao meio ambiente. Vários profissionais entram dentro deste mercado, desde motoristas de veículos sustentáveis como instaladores de placas solares. 

Várias áreas estão investindo em ações sustentáveis e consequentemente a produção de emprego nestas áreas também. As novas tecnologias estão chegando na agricultura, no turismo, na engenharia entre muitos outros setores. De acordo com o relatório cerca de seis milhões de empregos fazem parte da chamada economia circular, a qual envolve a reciclagem, reparos, aluguéis, etc.

A produção de energia limpa como energia a biomassa, eólica e solar também são responsáveis pela geração de emprego verde. O estudo destaca que de 163 setores analisados, apenas 14 serão prejudicados em relação ao trabalho, uma vez que os mesmos fazem parte do setor que envolvem combustíveis fósseis.

No Brasil os setores que mais empregarão serão a construção civil e também a produção de energia elétrica alternativa. A expectativa é que mais de 180 mil postos de trabalhos sejam criados no país até 2030. O relatório da OIT destaca que a produção de energia que mais criará empregos será a eólica com 79,6% e seguida pela Biomassa, a qual representa 42,5% da produção.

Fonte: Thayssen Carvalho – Biomassa BR
Fonte: Biomassa BR