Reserva extrativista recebe energia solar no Amazonas

Tecnologia vai apoiar comunidade local e incrementar produção de pescados e frutas na região.

Geladeiras_Amazonia
Equipamento serão instalados a partir de julho do ano que vem.

A partir de julho do ano que vem, será instalada fonte de energia solar para abastecer as reservas extrativistas Médio Purus e Ituxi (Resex), no Amazonas. Uma fábrica de gelo na região deve ser reativada para conservar a produção de peixes e frutas.

Segundo os extrativistas, além de conservar esses produtos, as comunidades poderão desfrutar de mais tempo de eletricidade para aulas noturnas nas escolas, centros de informática e aumento de captação de água por poço artesiano ou da chuva, com bombeamento e filtração. Hoje, a região só conta com três horas por dia de eletricidade, gerada a partir de motor a diesel.

A articulação teve início neste ano e é uma parceria entre o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), por meio da Coordenação de Políticas e Comunidades Tradicionais, e o WWF.

Para o gestor do ICMBio na Resex de Médio Purus, José Maria Ferreira de Oliveira, a energia limpa nas comunidades extrativistas trará tranquilidade, segurança, fartura e economia. “Isso vai gerar autonomia e impulsionar novas atividades produtivas além de melhorar e muito a qualidade de vida de cada morador.”

Já Benedito Clemente de Souza, morador da Resex Médio Purus, diz que a energia propiciará uma verdadeira revolução na comunidade. “Tomar água gelada nesse calor que vivemos e ter um peixe resfriado sem ter que salgar, sabendo que já tem gente com problema de pressão alta por causa do sal, isso tem muito valor para nós”, afirmou Souza.

Fonte: Portal Brasil