Sonata Híbrido tem consumo de 20 km/l graças a painel solar

Primeiro carro de produção em larga escala a usar painéis solares em todo o teto, novo Hyundai Sonata Híbrido estreia.

Fotos: Divulgação / Fonte: iCarros

Depois de revelada a nova geração do Hyundai Sonata com traseira copiada do Honda Civic, a fabricante sul-coreana faz a estreia da inovadora versão híbrida. Diferentemente das gerações anteriores e de tantos outros sedãs híbridos, a versão eletrificada do Sonata 2020 terá painéis solares no teto, iguais àqueles presentes em algumas casas no Brasil.

Teto literalmente solar

Primeiro modelo de produção em larga escala a contar com teto inteiro equipado com células fotovoltaicas, o novo Sonata Hybrid, segundo a Hyundai é capaz de rodar 1.300 km a mais em um ano apenas por conta da energia recuperada graças ao sol. Isso, é claro, se ele ficar debaixo de luz solar por seis horas todos os dias.

Debaixo do capô reside um motor 2.0 quatro cilindros a gasolina com 150 cv e 19,2 kgfm de torque associado a um elétrico de 51 cv e 25,5 kgfm de torque. A transmissão é do tipo automática com seis marchas com novo sistema eletrônico que reduz em 30% o tempo das trocas.

Segundo a marca, com esse conjunto híbrido e o teto com painéis solares, o novo Sonata Hybrid 2020 é capaz de registrar consumo de 20,1 km/l quando equipado com rodas de 16 polegadas aerodinâmicas. Para quem optar pelas rodas maiores de 17 polegadas, o consumo cai para 19,1 km/l.

Traseira de Civic

Esteticamente o Sonata Hybrid se diferencia pouco. O elemento mais marcante é o teto preto com células fotovoltaicas aparentes. A dianteira mantém o para-choque esportivo com grade cromada e o elegante friso cromado do capô que se transforma em luz diurna de LED.

A traseira, ponto polêmico do Hyundai Sonata 2020, é claramente inspirada no Honda Civic. A versão híbrida ganha um aerofólio que conecta as duas metades luminosas, tal qual alguns donos de Civic no Brasil fazem instalando um filete de LED entre elas.

Fonte: iCarros