Suécia quer ter energia 100% ecológica até 2040

Os países nórdicos estão a caminho de eliminar completamente a necessidade de gerar energia através de combustíveis fósseis, com a Suécia a estabelecer uma data definitiva como meta. De acordo com o primeiro-ministro Stefan Löfven, a Suécia vai ficar completamente dependente em energias renováveis a partir de 2040.

Expansão prevista para os próximos três anos no País chegará a 18,6 GW, com destaque para a energia eólica –

Para atingir este objetivo, este país escandinavo está este ano a investir nada menos que 4,5 mil milhões de coroas (460 milhões de euros) em tecnologias para exploração de energias renováveis, incluindo turbinas eólicas e painéis solares. Parte deste investimento também vai permitir melhores capacidades de acumulação (5,12 milhões de euros) e uma distribuição energética mais eficiente (102 milhões de euros). Também está prevista a substituição progressiva do sistema de transportes públicos por veículos com emissões zero.

Em termos de espaço, Anne Vadasz Nilsson, inspetora-geral dos mercados energéticos da Suécia, revelou à agência Reuters que “como não temos uma grande densidade populacional, temos um grande potencial para montarmos ‘quintas’ de energia eólica”. Os seus vizinhos também estão a preparar-se para uma transição. A Islândia, devido ao seu isolamento geográfico, recorre quase a 100 por cento a fontes eólicas e geotérmicas. E Dinamarca já recorre bastante à energia eólica, tendo atingido um recorde de 140% das suas necessidades energéticas num dia ventoso em 2015.

Fonte: Motor 24