Superintendência Regional do Trabalho em MT é a 1ª no país a instalar usina de energia solar

(foto: assessoria)

A sede da Superintendência Regional do Trabalho de Mato Grosso (SRTb/MT), localizada no bairro do Porto, em Cuiabá, é a primeira unidade do Ministério do Trabalho no Brasil, a implantar uma usina fotovoltaica, que é um sistema capaz de transformar energia solar em energia elétrica.

O sistema já funciona há 30 dias e a expectativa é que o novo modelo permita reduzir em até R$ 4 mil o valor mensal da conta de energia que gira em torno de R$ 17 mil. “Um valor considerável. Em quatro anos a gente paga o investimento e o retorno para a sociedade e para o órgão público será muito vantajoso”, observou Carlos Eduardo dos Santos, chefe do Serviço de Administração.

Carlos contou que a usina fotovoltaica foi adotada após receberem recurso de R$ 300 mil do Ministério do Trabalho. “A superintendência já estava com um processo de reforma do telhado em andamento. Com a liberação do recurso, foi possível instalar a usina fotovoltaica, que são placas solares que retém o calor e o transforma ele em energia”, relatou.

A expectativa do superintendente Amarildo Borges de Oliveira, é que no próximo ano seja possível expandir o projeto. “Temos unidades em Cáceres e Rondonópolis e estamos lutando para implantar usinas fotovoltaicas também nos referidos municípios”, pontuou.

De acordo com a assessoria, o Ministério do Trabalho possui cerca de 170 unidades no país e a de Cuiabá é a pioneira neste sistema de utilização da energia solar. “Estamos bastante satisfeitos com o investimento que foi feito”, comemora o superintendente.

Fonte: Só Notícias