Tesla passa a alugar painéis de energia solar

“É uma impressora de dinheiro em seu telhado”, diz o CEO Elon Musk, sobre a economia esperada na conta de luz.

TESLA PASSA A OFERECER PLANOS DE ALUGUEL PARA PAINÉIS DE ENERGIA SOLAR DOMICILIARES (FOTO: DIVULGAÇÃO/ TESLA)

Uma das maiores vendedoras de painéis solares no mundo, a Tesla resolveu inventar o “painel de solar como serviço” antes que uma startup o faça.

O CEO da empresa, Elon Musk, anunciou a decisão em seu Twitter na última semana.

A princípio, o plano de aluguel estará disponível em seis estados dos Estados Unidos: Arizona, Connecticut, Massachusetts, Nova Jersey, Novo México e Califórnia. O preço médio cobrado mensalmente pelo equipamento parte de US$ 50 — cerca de R$ 200.

Musk afirma que o cliente pode economizar na conta de luz quase tanto quanto gastou no aluguel dos painéis solares: US$ 500 por ano. Isso, se o cliente não desistir. A Tesla cobra US$ 1.500 pela remoção dos painéis — o equivalente a 30 meses de aluguel.

Musk diz que para os moradores de estados em que os custos de energia são altos, optar pela instalação do painel solar é o mesmo que ter “uma impressora de dinheiro em seu telhado”. O equipamento também está disponível para venda no site da Tesla.

Interessada em conquistar novos consumidores residenciais, a Tesla está em litígio com o maior consumidor corporativo do planeta (em faturamento): acaba de ser processada pela rede de supermercados Walmart. Segundo o jornal britânico The Guardian, a gigante do varejo atribui o incêndio de 7 lojas, em novembro do ano passado, a falhas nos painéis solares da SolarCity — empresa comprada pela Tesla em 2016, por cerca de R$ 2,6 bilhões.

Fonte: Época Negócios