Usina Solar LZK-1 (em Pouso Redondo, SC)

Residência em Pouso Redondo, Usina LZK-1.
Residência em Pouso Redondo, com vista frontal da Usina LZK-1.

Com um telhado bastante recortado, este trabalho exigiu alguma criatividade de nossa parte para acomodar os 26 módulos fotovoltaicos que compõem toda a usina, evitando qualquer possibilidade de sombreamento sobre os módulos, e ainda coexistindo com os módulos de aquecimento de água que já estavam no local.

O resultado superou nossas expectativas. Com uma capacidade de geração total de 7,02 kWp de potência, assentamos 5 segmentos de módulos fotovoltaicos com 270Wp de potência cada um, dividos em 7 módulos com orientação para o Leste, outros 7 módulos com orientação para o Oeste, e mais 12 módulos (em 3 segmentos distintos) com orientação para o Norte.

Vista Oeste da Usina LZK-1
Vista Noroeste da Usina LZK-1.

Ficamos particularmente orgulhosos do resultado elegante no aproveitamento da água norte em diagonal no telhado, uma montagem raramente vista em quaisquer usinas solares, mas que temos certeza irá contribuir muito na maximização da geração de energia da usina como um todo.

Todos os módulos fotovoltaicos foram fixados sobre trilhos de alumínio perfilado do tipo K2, presos ao telhado através de ganchos especiais de aço galvanizado, específicos para telhas planas de cimento. O resultado é uma estrutura sólida, robusta, e confiável que permenecerá no telhado por toda uma vida, sem a necessidade de quaisquer manutenções.

Vista Nordeste da Usina LZK-1.
Vista Nordeste da Usina LZK-1.

A fiação elétrica que interliga os módulos, e leva a energia aos inversores foi acomodada em eletrodutos de plástico corrugado sob o telhado, garantindo uma plena vida útil aos condutores, além de proporcionar um visual limpo e profissional.

Os inversores foram instalados dentro do compartimento da caixa-d’água, na mesma altura do telhado, um local que convenientemente dispunha de todo o suporte elétrico que precisávamos para essa instalação, a saber, um ponto de energia elétrica trifásica ligado diretamente ao quadro de distribuição de energia da residência, e um ponto de aterramento (PE) adequado para toda a usina.

Vista dos inversores da usina LZK-1.
Vista dos inversores da usina LZK-1.

Foram instalados dois inversores da marca PHB: o primeiro com 5000W de potência AC nominal, e com 2 MPPTs, atende aos segmentos Leste e o Oeste da usina; o segundo com 3000W de potência AC nominal atende aos segmentos Norte da usina, estes ligados em série entre si.

Os dois inversores contam com interfaces WiFi, permitindo o monitoramento e acompanhamento remoto da produção de energia através de um PC e/ou de Apps em telefones celulares. Quando homologada pela CELESC para entrar em operação, esta usina deverá propiciar uma economia média de pelo menos R$ 500,00/mês na conta de luz de seu proprietário, com a amortização total do investimento acontecendo em menos de 6,5 anos, para uma vida útil de mais de 30 anos, ou seja, um investimento com uma excelente relação de custo x benefício.