Tag: biomassa

Brasil lidera ranking mundial de uso da biomassa na produção de energia

Pesquisa aponta que Brasil lidera ranking mundial de uso da biomassa na produção de energia

Pesquisa realizada pela IEA Bioenergy Task 40 – divisão especializada em bioenergia da Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) aponta que o Brasil é o país que mais utiliza biomassa na produção de energia, sendo16% do uso mundial no setor. Em seguida estão os EUA (9%) e Alemanha (7%). De acordo com o material publicado recentemente, os 15 países do topo dessa lista representam 65% do uso global de biomassa na matriz energética. Atualmente, a biomassa representa cerca de 10% da produção de energia global.

O material apresentado pela Task 40 mostrou que, em 2010, no Brasil 21% da energia utilizada no setor industrial foi obtida a partir do bagaço da cana de açúcar e 7% a partir de outras fontes primárias renováveis. A maioria dessa energia é utilizada no setor de alimentos e bebidas, que corresponde a 75% da demanda de energia do setor. Além disso, o setor industrial também é o principal consumidor de energia à base de carvão no país, onde 33% da energia é usada principalmente para abastecer a indústria de ferro e aço. (mais…)


Fontes de energia sustentáveis agridem o meio ambiente?

Há uma série de tecnologias geradoras de eletricidade disponíveis que produzem uma baixa emissão de carbono. Mas será que elas são realmente melhores que os combustíveis fósseis e a energia nuclear?

Para responder a essa pergunta é preciso comparar não apenas as emissões de gases poluentes por diferentes fontes de energia, mas também os benefícios para a saúde e as ameaças aos ecossistemas que energias sustentáveis podem trazer. (mais…)


Folha biônica usa energia solar para fazer combustível líquido.

Sistema converte a energia solar em biomassa.

folha-bionica
A folha biônica usa energia solar e bactérias para produzir combustíveis líquidos a partir da água.

Fotossíntese artificial

Depois de um tempo sem grandes avanços, a fotossíntese artificial acaba de receber um impulso de uma folha biônica, um dispositivo que utiliza a energia solar para separar as moléculas de água em oxigênio de hidrogênio, e bactérias que se alimentam do hidrogênio gerado para produzir combustíveis líquidos.

O sistema consegue converter a energia solar em biomassa com 10% de eficiência, o que é muito acima do 1% observado nas plantas de crescimento mais rápido.

“Este é um verdadeiro sistema de fotossíntese artificial,” disse o professor Daniel Nocera, da Universidade de Harvard, nos EUA. “Antes, as pessoas estavam usando a fotossíntese artificial para quebrar as moléculas de água, mas este é um verdadeiro sistema de A-a-Z, e fomos bem além da eficiência da fotossíntese na natureza.”

(mais…)


Folha biônica usa energia solar para fazer combustível líquido.

Sistema converte a energia solar em biomassa.

folha-bionica
A folha biônica usa energia solar e bactérias para produzir combustíveis líquidos a partir da água.

Fotossíntese artificial

Depois de um tempo sem grandes avanços, a fotossíntese artificial acaba de receber um impulso de uma folha biônica, um dispositivo que utiliza a energia solar para separar as moléculas de água em oxigênio de hidrogênio, e bactérias que se alimentam do hidrogênio gerado para produzir combustíveis líquidos.

O sistema consegue converter a energia solar em biomassa com 10% de eficiência, o que é muito acima do 1% observado nas plantas de crescimento mais rápido.

(mais…)


Publicado decreto que isenta de ICMS a geração de energia limpa e renovável no RS.


DECRETO_ENERGIA

A partir do dia 01 de junho de 2016 entra em vigor o decreto de número 52.964, assinado pelo governador José Ivo Sartori, que beneficia os gaúchos com a isenção de impostos sobre a mini e microgeração de energias limpas e renováveis para consumo próprio no âmbito do Rio Grande do Sul. Com a medida, o governo do Estado pretende estimular o uso em maior escala da chamada energia fotovoltaica, aquela produzida através de placas solares.

O benefício contempla igualmente a produção por unidades eólicas e de biomassa, sempre que estiver interligada à rede de distribuição por meio de instalação na própria unidade consumidora. Na prática, não haverá mais a incidência da alíquota de 30% do ICMS sobre a energia excedente produzida em uma residência que tenha sido oferecida na própria rede de distribuição e utilizada nos horários de maior demanda. A iniciativa servirá de estímulo para que outros consumidores, como comércio e pequenas indústrias, possam implantar pequenas centrais de energia limpa.

(mais…)


Publicado decreto que isenta de ICMS a geração de energia limpa e renovável no RS.

DECRETO_ENERGIA

A partir do dia 01 de junho de 2016 entra em vigor o decreto de número 52.964, assinado pelo governador José Ivo Sartori, que beneficia os gaúchos com a isenção de impostos sobre a mini e microgeração de energias limpas e renováveis para consumo próprio no âmbito do Rio Grande do Sul. Com a medida, o governo do Estado pretende estimular o uso em maior escala da chamada energia fotovoltaica, aquela produzida através de placas solares.

O benefício contempla igualmente a produção por unidades eólicas e de biomassa, sempre que estiver interligada à rede de distribuição por meio de instalação na própria unidade consumidora. Na prática, não haverá mais a incidência da alíquota de 30% do ICMS sobre a energia excedente produzida em uma residência que tenha sido oferecida na própria rede de distribuição e utilizada nos horários de maior demanda. A iniciativa servirá de estímulo para que outros consumidores, como comércio e pequenas indústrias, possam implantar pequenas centrais de energia limpa.

(mais…)